Ponte desencanta, vence o dérbi e enterra o Guarani

Vitória deixa time alvinegro no G-4; derrota mantém equipe alviverde na zona de rebaixamento

Agência Estado

16 de março de 2008 | 20h22

Nada melhor que um clássico para voltar à boa fase. Há cinco jogos sem vitória, a Ponte Preta venceu o 182.º dérbi contra o Guarani, por 4 a 2, neste domingo à noite, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A partida, válida pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista, colocou a Ponte de volta ao G-4 e deixou o time alviverde na zona de rebaixamento.  Veja também: Classificação Calendário e resultados Com os três pontos conseguidos no clássico, a Ponte chegou aos 27 pontos, em terceiro lugar na tabela, atrás de Guaratinguetá (31) e Palmeiras (28). Já o Guarani, em 17.º lugar, tem apenas 14 pontos e corre sérios riscos de ser rebaixado. No cômputo geral, em 182 confrontos, o Guarani ainda está na frente com 63 vitórias, contra 58 da Ponte e 60 empates e um jogo sem registro.   Ponte Preta4Aranha; Eduardo Arroz    , João Paulo, César CA e Fabinho; Deda, Bilica    , Elias e Renato; Luís Ricardo (Wanderley) e Marcelo Soares     (Ricardo Conceição).Técnico: Sérgio Guedes.  Guarani 2Gisiel; Maranhão    , Danilo Silva, Max Sandro     e Alessandro; Lucas     (João Paulo), Roger Bernardo, Fabinho     e Marcinho; Henrique e Andrezinho (Cris    ).Técnico: Jair Picerni. Gols: César, aos 14, e Marcelo Soares, aos 32 minutos do 1.º tempo. Cris, aos 40 segundos, Elias, aos 28, Henrique, aos 29, e Wanderley, aos 43 minutos do 2.º tempo. Árbitro: Wilson Luiz Seneme. Renda: não disponível.Público: 15.412 pagantes. Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).Time com maior qualidade em campo, a Ponte logo impôs seu ritmo e abriu 2 a 0 no placar. Aos 14 minutos, César aproveitou bate-rebate e, livre na pequena área, completou para o gol vazio. Aos 32 minutos, após falha de posicionamento da defesa bugrina, Renato lançou Marcelo Soares, que apenas tocou por baixo de Gisiel para ampliar.  No segundo tempo, o Guarani tratou de diminuir logo aos 40 segundos, com o atacante Cris - que havia acabado de entrar. Mas o time visitante não aproveitou o bom momento e se retrancou. Melhor para a Ponte, que fez o terceiro aos 28 minutos, com Elias.  No minuto seguinte, o Guarani ainda fez o segundo, em cobrança de pênalti de Henrique. Mas, nos minutos finais, Wanderley colocou fim à esperança do Bugre ao fazer o quarto gol ponte-pretano após completar o cruzamento de Elias.  Na próxima rodada, a Ponte Preta encara o Sertãozinho, sábado, às 18h10, fora de casa. Enquanto isso, o Guarani recebe o São Paulo, no domingo, às 16 horas, em Campinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.