Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ponte deve mudar esquema contra Coritiba

Além das duas mudanças já previstas por causa das suspensões de Bill e Marcus Vinícius, o técnico Estevam Soares admitiu, nesta quarta-feira, que pode fazer outras alterações para o jogo contra o Coritiba, domingo, no Majestoso, em Campinas. A principal novidade deve ser a mudança do esquema tático, com o tradicional 4-4-2 sendo substituído pelo 3-5-2. O time tem treinado com os zagueiros Gustavo e Alexandre, já titulares, e Rafael Santos, em princípio, reserva. O novo titular ocuparia a vaga do volante Marcus Vinícius, expulso e que cumprirá suspensão. "É uma maneira de ficarmos bem fechados e suprir a ausência do Marcão", comentou o técnico. Ele também deve confirmar Alan pelo lado esquerdo no lugar de Bill, também suspenso por expulsão. No treino desta tarde, o volante Romeu, machucado, e o atacante Anselmo, que chegou atrasado, foram substituídos, respectivamente, por Terrão e Flávio. Mesmo jogando em casa, a Ponte Preta adotará uma postura defensiva. Mas espera chegar à sua terceira vitória em casa, onde já venceu o Corinthians, por 3 a 2, e o Goiás, por 2 a 1. "Este campeonato é duro e não se pode dar moleza em momento nenhum. Precisamos de concentração máxima para este jogo", avisou Soares, que busca a reabilitação após a derrota de 3 a 0 para o Palmeiras. O atacante Roger, uma das grandes revelações do clube, estaria sendo negociado com o Metz, da França. Por outro lado, a Ponte estaria tentando contratar o meia Lindomar, ex-Goiás, que atualmente está na Arábia Saudita. O vice-presidente Marco Antônio Eberlin não desmentiu as informações. "Estamos abertos a todo tipo de negociação. Se recebermos qualquer proposta, vamos estudá-la", garantiu. A diretoria também definiu que o time "B" que disputará a Copa Interior a partir de julho será dirigido por um triunvirato formado por Osmar Guarnelli, técnico de juniores, Gérson Sodré, auxiliar do profissional, e Ronaldo de Jesus, gerente de futebol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.