Célio Messias/Estadão
Célio Messias/Estadão

Ponte domina Santos, faz 3 a 1 e defende liderança do Paulistão

Com Neymar expulso, quem se destaca é ex-santista Alemão, com dois gols

Gabriel Melloni, Agência Estado

17 de fevereiro de 2013 | 17h30

CAMPINAS - A Ponte Preta segue irresistível neste Campeonato Paulista e, neste domingo, aumentou sua vantagem na liderança da competição. Em confronto direto pela ponta da tabela, a equipe campineira derrotou o então terceiro colocado Santos por 3 a 1, no Moisés Lucarelli, pela oitava rodada, e chegou a dez partidas de invencibilidade - não perde desde o confronto diante do Bahia, em novembro, ainda pelo Brasileirão do ano passado.

O resultado levou a Ponte Preta aos 18 pontos, dois a mais que o Linense, novo vice-líder. Na próxima rodada, a equipe campineira volta a atuar em casa, dessa vez diante do São Bernardo, no domingo, às 18h30. Já o Santos, que caiu para a quarta colocação, com 14 pontos, pega o XV de Piracicaba, na Vila Belmiro, também no domingo às 18h30.

O JOGO

O time de Muricy Ramalho começou melhor neste domingo e chegou com perigo pela primeira vez logo aos seis minutos. Neymar tabelou com Cícero pela esquerda, invadiu a área, mas chutou em cima de Edson Bastos. Aos poucos, no entanto, os visitantes diminuiram o ritmo e viram a Ponte Preta tomar conta da partida.

Aos dez minutos, Cicinho recebeu pela esquerda e cruzou, a bola foi direto para o gol e exigiu grande defesa de Rafael. No lance seguinte, saiu o gol. Bruno Silva aproveitou a linha de impedimento da defesa santista, recebeu lançamento de Ramírez em posição legal e teve tranquilidade para dominar e tocar no canto direito do goleiro.

Com dificuldade na criação, o Santos levava perigo nas jogadas de bola parada. Aos 20 minutos, Marcos Assunção bateu falta, a bola desviou e passou raspando a trave. No minuto seguinte, Neymar marcou após assistência de Cícero, mas estava impedido e o árbitro paralisou o lance.

Aos 24, novamente Marcos Assunção criou boa chance para o Santos. O volante cobrou falta da direita e achou Durval, que subiu sozinho e cabeceou para o chão, exigindo grande defesa de Edson Bastos. A Ponte Preta respondeu três minutos depois, também em bola parada. Após escanteio cobrado da esquerda, Artur subiu mais que a zaga santista e cabeceou no travessão.

O jogo seguiu morno até os 46 minutos, quando uma confusão foi armada após falta no goleiro Edson Bastos. Neymar e Artur se desentenderam, o ponte-pretano deixou o braço na cara do atacante e depois ficou segurando seu rosto. O astro santista não gostou e devolveu com um tapa no braço do lateral. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira optou por expulsar os dois.

Sem Neymar, Muricy Ramalho colocou André no lugar de Renê Júnior e o Santos começou o segundo tempo comandando as ações. Aos nove minutos, Bruno Peres quase deixou tudo igual em belo chute de fora da área, que acertou a rede pelo lado de fora. Dois minutos depois, Edson Bastos fez bela defesa em cobrança de falta de Marcos Assunção.

O Santos sentia a falta de Neymar e via Montillo e Cícero em dia pouco inspirado. Com isso, a Ponte Preta passou a controlar o jogo, administrando a vantagem e impedindo que o adversário levasse perigo a seu gol. As entradas de Felipe Anderson e Pato Rodríguez melhoraram um pouco o desempenho dos visitantes, mas era pouco.

Quando o Santos era todo ataque, a Ponte Preta chegou ao segundo gol, aos 36 minutos. Em um contra-ataque, Cicinho deu linda enfiada de bola para o atacante Alemão, que havia entrado há poucos minutos. Sozinho, o ex-santista avançou, tocou na saída de Rafael e marcou. Depois, preferiu não comemorar, em respeito ao ex-clube.

No fim da partida, André recebeu bom cruzamento de Felipe Anderson e diminuiu. Quando o Santos ainda sonhava com o empate, novamente Alemão apareceu para decidir. O goleiro Rafael saiu mal do gol em duas oportunidades, Wellington Bruno aproveitou e lançou para Alemão tocar de primeira, da entrada da área, para o gol vazio.

PONTE PRETA X SANTOS

PONTE PRETA - Edson Bastos; Artur, Cléber, Ferron e Uendel; Baraka, Bruno Silva, Ramírez (Wellington Bruno) e Cicinho; Diego Rosa (Memo) e William (Alemão). Técnico: Guto Ferreira.

SANTOS - Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Renê Júnior (André), Marcos Assunção, Cícero (Pato Rodríguez) e Montillo (Felipe Anderson); Neymar. Técnico: Muricy Ramalho.

GOLS - Bruno Silva, aos 11 minutos do primeiro tempo. Alemão, aos 36, André, aos 41, e Alemão, aos 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (SP).

CARTÕES AMARELOS - Edson Bastos, Bruno Silva (Ponte Preta); Bruno Peres, Durval (Santos).

CARTÕES VERMELHOS - Artur (Ponte Preta); Neymar (Santos).

PÚBLICO - 11.747 pagantes.

RENDA - R$ 318.547,00.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

VEJA COMO FOI LANCE A LANCE:

Comentários de Gustavo Zucchi

SEGUNDO TEMPO

49 min - Fim de jogo em Campinas. A Ponte Preta vence o Santos e defende a liderança do Paulistão!

47 min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DA PONTE! Alemão! Goleiro Rafael falha, sai mal e entrega bola para a Wellington Bruno que aproveita descuido do goleiro para cruzar para o atacante sacramentar a vitória em Campinas.

45 min - Quatro minutos de acréscimos.

41 min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO SANTOS! André! Felipe Anderson faz boa jogada pela direita e cruza para o centroavante estufar as redes de Edson Bastos. O Santos volta ao jogo e quer o empate!

37 min - Não vai dar para o juiz Luiz Flávio de Oliveira. Ele sentiu a coxa e deixa o apito nas mãos de Rodrigo Braghetto.

36 min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DA PONTE PRETA! Alemão! Cicinho faz grande lançamento para Alemão, que nas costas da zaga do Santos, sai sozinho na frente do goleiro Rafael e amplia para a Ponte Preta.

34 min - Muricy Ramalho vai para sua última aposta no jogo: vai entrar o Patito Rodríguez no lugar de Cícero.

32 min - Time do Santos joga em um ritmo muito lento, que favorece a Ponte Preta.

31 min - Nova substituição na Ponte Preta: sai William, entra Alemão. Sai um centroavante, entra outro.

26 min - Ponte Preta tira Ramirez e coloca Wellington Bruno. O técnico Guto Ferreira vai apostar ainda mais no contra ataque. O Santos também vai trocar: sai Montillo, mal na partida, entra o jovem Felipe Anderson.

18 min - Falta criação no meio de campo do Santos. Montillo tenta avançar para ajudar André e deixa a criação. Cícero e Arouca tentam cumprir a função, mas sem a qualidade necessária para vencer a marcação da Ponte. Marcos Assunção anda em campo. Não cria e não marca, limitando sua atuação a bater as bolas paradas.

15 min - Diego Rosa dá trabalho para Edu Dracena e Durval. O atacante da Ponte Preta aproveita a lentidão da defesa e tenta sair sozinho na cara de Rafael. Por enquanto tem ficado em impedimento, mas uma hora pode acertar e complicar ainda mais a situação do Santos.

10 min - Ponte continua chegando pouco ao ataque mas com qualidade.

5 min - Agora quem fica sozinho no ataque é André, que com menos qualidade que Neymar, nem chega a incomodar os zagueiros Cleber e Ferron. Já a Ponte tenta segurar o jogo.

0 min - Começa o segundo tempo com mudanças no Santos: saiu Renê Júnior, entra André.

Intervalo - O Linense vai vencendo fora de casa o Atlético Sorocaba por 2 a 1 e assumindo a vice-liderança do Campeonato Paulista.

Intervalo - "É o Neymar, não pode encostar nele", reclamou o lateral  Arthur, expulso após a confusão com o camisa 11 santista.

PRIMEIRO TEMPO

47 min - Fim do primeiro tempo no Moises Lucarelli. Ponte Preta 1 x 0 Santos. A equipe da Vila Belmiro vai ter que melhorar bastante no primeiro tempo se quiser vencer a equipe da Ponte, melhor taticamente durante os primeiros 45 minutos.

46 min - "Quem tinha que ter sido expulso, que é o Cleber que me deu um tapa na cara, não foi", disse Neymar na saída do campo.

46 min - Confusão no Moises Lucarelli entre Neymar e Arthur. Após a briga, o juiz decide mandar os dois para o vestiário mais cedo. Pior para o Santos, que perde sua única referência no ataque e um dos poucos que tentava alguma coisa.

42 min - Falta um homem de área no Santos. Montillo, até mesmo por suas características, fica mais afastado da área. O mesmo acontece com Cícero. Sozinho na ponta esquerda, Neymar não consegue enfrentar a muralha que a defesa da Ponte Preta forma quando pega na bola.

40 min - Cartão amarelo para Bruno Perez. O Santos tenta melhor a marcação na defesa da Ponte Preta e acaba exagerando na força.

39 min - Santos começa a esboçar uma pressão para cima da Ponte Preta.

36 min - Cartão amarelo para o goleiro Edson Bastos, por reclamação.

33 min - Cartão amarelo para Durval, por falta em cima de cima de Cicinho.

32 min - Melhor tecnicamente, o Santos continua sofrendo nas mãos da Ponte, superior taticamente. O time de Campinas joga fácil nas costas da zaga santista, e consegue segurar Neymar, Montillo e Cícero em sua defesa.

27 min - Arthur quase amplia para a Ponte Preta. Em cobrança de escanteio de Uendel, o lateral quase amplia para os donos da casa. O time de Campinas finaliza menos que o Santos, mas é mais perigosa quando chega na área adversária.

22 min - Talvez incentivado pelo fato de ter Marcos Assunção no time, a equipe do Santos busca faltas perto da área. Na última, quase que o volante empata o jogo em Campinas.

19 min - O Santos sofre na forte marcação da Ponte Preta. Sem saída, o time da Vila Belmiro busca em demasia Neymar em campo, que sozinho e bem marcado, não consegue resolver os problemas da equipe.

15 min - Com  o resultado parcial, o Santos vai perdendo a vice-liderança do Campeonato Paulista para o Linense, que vence o Atlético Sorocaba por 1 a 0.

10 min - GOOOOOOOOOOOOOOOOL DA PONTE PRETA! Bruno Silva! O meio campo da Ponte entra nas costas da zaga santista, recebe lançamento e toca na saída do goleiro Rafael.

6 min - Primeira grande jogada do ataque do Santos aposta na individualidade de seus jogadores. Neymar, Montillo e Cícero tabelam e conseguem vencer a defesa da Ponte Preta, mas o camisa 11 santista acaba chutando em cima do goleiro. 

3 min - Ponte Preta começa em cima do Santos. A equipe de Campinas parece que não quer sair da liderança, marca o rival em cima e não deixa o time de Neymar e Montillo sair para o jogo.

0 min - Começa o jogo em Campinas! Ponte Preta 0 x 0 Santos!

Pré-jogo - 1 minuto de silêncio em homenagem ao jornalista Vitor Moran 

Pré-jogo -  Boa tarde internautas, começa agora a transmissão dos melhores momentos da partida entre Ponte Preta e Santos. Quem apita é Luiz Flávio de Oliveira.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.