Ponte é absolvida pelo STJD

Alívio geral na Ponte Preta. O clube foi absolvido nesta segunda-feira à noite, no Rio de Janeiro, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Por falta de provas e de caracterização, os auditores do tribunal resolveram, por unanimidade, não punir o clube por tentativa de agressão de alguns torcedores contra o trio de arbitragem que atuou no jogo em que a Ponte venceu o Corinthians, por 3 a 2, no dia 21 de abril na abertura do Campeonato Brasileiro.O clube, incurso no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, poderia perder o mando de campo por três jogos, além de ser multado. O árbitro principal daquela partida, Wilson Luiz Seneme, relatou na súmula do jogo, que o carro em que chegava m ao Estádio Moisés Lucarelli foi atacado por pessoas com a camisa da Torcida Jovem, a torcida organizada mais antiga do time campineiro. Ano passado, a Ponte já tinha sido punido, com um mando, pelo mesmo motivo. Era, portanto, reincidente.Outra boa notícia para o líder do Campeonato Brasileiro, com 10 pontos, foi a absolvição do atacante Weldon, que também foi expulso naquele jogo. Ele só cumpriu a suspensão automática e acabou absolvido do artigo 250, onde poderia ser punido por até três jogos. Assim ele está confirmado para o jogo contra o Palmeiras, sábado, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.