Ponte e Barbarense buscam reabilitação

Reabilitação é a palavra de ordem para Ponte Preta e União Barbarense, que se enfrentam neste sábado, a partir das 18 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Derrotados na última rodada do Campeonato Paulista, ambos começam a ser preocupar com a ameaça do rebaixamento.Ocupando a 18ª posição, com apenas 4 pontos, a Ponte perdeu para o Paulista na última rodada. Já o União Barbarense tem uma situação um pouco melhor - é o 12º colocado, com 8 pontos -, mas também perdeu, para a Inter de Limeira.Em busca da recuperação, o técnico Vadão fez várias mudanças na Ponte. A principal delas foi justamente no esquema tático: sai o 4-4-2 e entra o 3-5-2. O terceiro zagueiro será Gustavo, que entra na vaga do meia Lindomar.Na lateral-direita, Luciano Baiano, suspenso, dá vaga para Rissut. Na esquerda, Marquinhos foi afastado por deficiência técnica. Em seu lugar vai entrar o estreante Júlio César. No meio-campo, Romeu, contundido, será substituído por Henrique e no ataque, por opção técnica, Kahê sai para a entrada de Romualdo."Estamos tentando fazer de tudo para melhorar. Não podemos mais perder pontos em casa", justificou o treinador da Ponte.No União Barbarense, a principal novidade será a retranca armada pelo técnico Válter Ferreira. Além de utilizar três zagueiros, ele optou por escalar mais dois volantes para se prevenir. O lateral Diogo Pires, contundido, e o meia André Bocão, suspenso, serão os desfalques. As novidades são as entradas de Dykson e Dênis, contratados recentemente. O problema é o atacante Gilson Batata, que sofreu uma contusão na coxa esquerda e está vetado pelos médicos. Em seu lugar, Válter Ferreira já confirmou a escalação de Brenner.

Agencia Estado,

19 de fevereiro de 2005 | 09h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.