Ponte e Botafogo brigam pela liderança

A Ponte Preta tenta acabar com a ´pose´ do invicto Botafogo, concorrente direto na luta por uma das quatro vagas à semifinal do Rio-São Paulo, neste domingo, no Moisés Lucarelli. Com 10 pontos, um a menos que o rival, a equipe campineira muda bastante e aposta na força de sua torcida para superar o adversário e continuar entre os quatro primeiros colocados.O técnico Oswaldo Alvarez vai promover a estréia do lateral-direito Rodrigo Chagas, ex-Cruzeiro, e deve colocar Adrianinho na vaga de Humberto, no meio. O treinador treinou outras variações. Na frente, mantém o mistério, mas pode optar por três atacantes, com a entrada de Lucas. Uma alternativa é jogar com três zagueiros, improvisando o volante Roberto na posição. Com estas formações, Adrianinho perderia a posição.A grande atração da partida será o duelo de artilheiros. Dodô, do Botafogo, já fez oito gols no torneio, enquanto Washington, da Ponte, marcou cinco vezes. Apesar da boa fase, o atacante carioca não receberá marcação especial. "O Dodô não se movimenta muito, mas é um jogador habilidoso e com grande poder de definição", qualifica o técnico Vadão, prometendo uma marcação por zona sobre o adversário.Dodô, que se transformou em ídolo da torcida alvinegra, revelou que o resultado de suas belas atuações já era esperado. "Falei que estava fora de forma quando cheguei ao Botafogo, no final do ano passado", disse, lembrando o apoio que recebeu do técnico Abel Braga. "Agora estou bem e entrosado com meus companheiros." Ao contrário do rival, Abel pediu atenção para Washington, que classifica como um dos principais jogadores da Ponte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.