Ponte e Flamengo empatam no Rio-SP

Ponte Preta e Flamengo empataram por 3 a 3, neste sábado à tarde, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 12.ª rodada do Torneio Rio-São Paulo. Os dois times não têm mais chances de chegar às semifinais. A Ponte tem 15 pontos na 11ª posição, enquanto o time carioca chegou aos 12 pontos e continua na 13º posição. O Flamengo saiu na frente aos 22 minutos, quando Felipe Mello, lançado por Juninho Paulista, invadiu a grande área, ganhou a dividida com o zagueiro Rodrigo e tocou para o gol após a saída errada do goleiro Alexandre Negri. Logo em seguida, o Flamengo teve a chance de ampliar quando Andrezinho fez bonita jogada individual e o zagueiro Rodrigo tirou em cima da linha. A Ponte viveu alguns minutos de nervosismo, mas conseguiu a virada na base da raça. Roberto empatou aos 35 minutos, depois da cobrança de escanteio de Adrianinho. A defesa não cortou a bola e Roberto só precisou ajeitar antes de chutar forte. Dois minutos depois, Elivélton foi derrubado por Maurinho dentro da grande área, quase em cima da linha. Na cobrança, Washington bateu forte e a bola ainda passou por baixo do corpo do goleiro Júlio César, aos 38 minutos. No começo do segundo tempo, o Flamengo chegou ao empate numa arrancada de Andrezinho pelo lado direito da grande área. Depois de ganhar de Rodrigo, o atacante foi até a linha de fundo e cruzou para trás onde o zagueiro Fernando ajeitou a bola e encheu o pé aos quatro minutos. Em seguida, o Flamengo teve outras duas chances de gols com Roma. A primeira a bola bateu na trave e a outra acabou saindo por cima do travessão. Como já tinha acontecido no primeiro tempo, o Flamengo foi castigado aos 14 minutos quando Mineiro lançou Washington, que entrou na grande área sozinho e desviou de Júlio César. O Flamengo ainda perdeu dois jogadores expulsos, Maurinho aos 16 e Felipe Mello aos 22 minutos, ambos por lances violentos. Em seguida, aos 24 minutos, Elivélton foi expulso após dar uma entrada por trás sobre Juninho Paulista. Mesmo com um jogador a menos o Flamengo dominou o jogo. O empate saiu aos 31 minutos na cobrança de pênalti convertida por Juninho Paulista. O time carioca ainda teve outras chances para chegar à vitória. Numa delas, aos 34 minutos, Juninho acertou a bola na trave e na sobra Andrezinho chutou no travessão. Beto, cobrando falta, também quase fez o quarto gol flamenguista.

Agencia Estado,

23 Março 2002 | 18h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.