Site oficial/Coritiba
Site oficial/Coritiba

Ponte empata com o Coritiba e segue na zona de rebaixamento do Brasileirão

Equipe de Campinas perde chance de se aproximar do Vitória, 16º colocado, ao ceder empate aos paranaenses

Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2017 | 21h26

A Ponte Preta continua com seu drama na luta contra o rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Apesar de sair na frente, o time de Campinas manteve o retrospecto ruim como visitante e empatou contra o Coritiba por 1 a 1, neste domingo, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 34.ª rodada da competição.

+ TEMPO REAL - Coritiba 1 x 1 Ponte Preta

Embora tenha tropeçado em casa, o time paranaense manteve uma distância segura para a zona de rebaixamento. Agora, soma 40 pontos e está em 15.º. São quatro a mais do que o Sport, com 36, primeiro clube na zona de degola. De quebra, aumentou para seis a sua invencibilidade, com três vitórias e três empates.

Assim como o Sport, a Ponte Preta soma 36 pontos, mas está na 18.ª colocação por ter saldo pior: -12 a -11. E o ponto conquistado fora também não é motivo de comemoração. Afinal, o clube segue como pior visitante do Brasileirão, com nove pontos somados.

O primeiro tempo foi marcado por poucas finalizações e dois times cautelosos. A Ponte Preta demorou a se encontrar em campo, enquanto o Coritiba não exerceu a pressão esperada para um mandante.

Uma das raras chances de gol aconteceu ainda no início do jogo. Aos nove minutos, o atacante Henrique Almeida escapou na costas do zagueiro Rodrigo, cruzou para a área e o atacante Rildo se esticou todo, mas não conseguiu alcançar.

A segunda etapa foi mais movimentada e ganhou emoção aos 19 minutos, quando os paulistas abriram o placar. Em cobrança de escanteio, o atacante Lucca mandou na área e o atacante Léo Gamalho cabeceou forte, no canto esquerdo do goleiro Wilson, sem chances de defesa.

Mas a festa dos visitantes durou pouco. Aos 21 minutos, o Coritiba chegou ao empate em uma trapalhada defensiva adversária. Após bate-rebate, o zagueiro Yago tentou cortar e chutou em cima do meia Yan. A bola bateu no jogador e entrou mansamente no canto direito do goleiro Aranha.

Depois do empate, o jogo ficou dramático. Os dois times lutaram em busca do segundo gol, mas pecaram na pontaria. A melhor chance foi para a Ponte Preta, aos 33 minutos. Lucca foi lançado pela direita, invadiu a área sozinho e bateu cruzado. A bola tirou tinta da trave direita de Wilson.

Na próxima quinta-feira, às 21 horas, o Coritiba recebe o Flamengo, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Já a Ponte Preta joga contra o Atlético-PR, na quarta, às 17 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 1 X 1 PONTE PRETA

CORITIBA - Wilson; Léo, Werley, Cléber Reis e Thiago Carleto; Jonas (Kléber), Alan Santos, Tiago Real e Yan (Getterson); Rildo e Henrique Almeida (Daniel). Técnico: Marcelo Oliveira.

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba, Yago, Rodrigo e Jeferson; Naldo (Wendel), Elton, Lucca (Claudinho), Léo Arthur (Saraiva) e Danilo Barcelos; Léo Gamalho. Técnico: Eduardo Baptista.

GOLS - Léo Gamalho, aos 19, e Yan, aos 21 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Elmo Resende Cunha (GO).

CARTÕES AMARELOS - Jonas e Rildo (Coritiba); Naldo (Ponte Preta).

RENDA - R$ 406.195,00.

PÚBLICO - 19.719 pagantes (20.596 presentes).

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.