Ponte espera acabar com jejum de vitórias em casa

Em busca da segunda vitória seguida, após bater o Náutico no último sábado na Arena Pernambuco, a Ponte Preta também tenta acabar neste sábado com uma sequência negativa no Estádio Moisés Lucarelli. A partir das 21 horas, recebe o Bahia, em Campinas, pela sétima rodada do Brasileirão.

AE, Agência Estado

13 de julho de 2013 | 08h33

A última vitória em casa veio na final do título de Campeão do Interior no Paulistão, quando bateu o Penapolense por 4 a 2, no dia 18 de maio. Desde então, foram quatro derrotas seguidas no estádio, para São Paulo, Botafogo e Atlético-PR pelo Brasileirão e para o Nacional-AM na Copa do Brasil.

O resultado positivo neste sábado também evitaria que a Ponte Preta retornasse para a zona de rebaixamento do Brasileirão nesta sétima rodada. No momento, o time de Campinas é o primeiro fora do grupo dos quatro últimos colocados, ocupando a 16ª posição, com seis pontos.

Apesar do resultado positivo no Recife, o técnico Paulo César Carpegiani não ficou totalmente contente com o comportamento do time diante do Náutico. Assim, deve fazer uma mudança no meio-de-campo, tirando o volante Magal para a entrada de Paulo Roberto.

"Ainda estou com uma dúvida no meio-de-campo. Quando vejo que estamos com algumas dificuldades, procuro fazer mudanças. Sou do tipo de pessoa que gosta de treinar bem e jogar bem", comentou Carpegiani, que deve, no entanto, manter o esquema tático 4-3-3.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.