Ponte espera parceria e Marcelinho

A Ponte Preta ainda tem esperança de acertar uma parceria internacional em 2006, que pode representar investimentos na ordem de US$ 8 milhões. Além disso, começa a sonhar com alguns reforços, entre eles o meia-atacante Marcelinho Carioca, ex-Corinthians e atualmente no Brasiliense. Os contatos iniciais desta parceria foram feitos por Moracy Santana, preparador físico da seleção brasileira. A idéia seria investir este valor em três anos no clube, com uma empresa inglesa, garantindo 30% sobre os direitos federativos dos jogadores revelados neste período. Moracy passa férias no Nordeste e confirmou as negociações, esperando a reeleição do presidente Sérgio Carnielli na próxima semana para retomar a conversa. Por outro lado, Marcelinho Carioca confirmou o interesse de vestir a camisa do time campineiro. "É um clube tradicional e que tem uma torcida fantástica", comentou. O vice-presidente de futebol, Marco Eberlin, porém, é mais cauteloso. Segundo ele, o elenco será definido somente após a contratação do técnico, que deve ser mesmo Oswaldo Alvarez, o Vadão, de volta do Japão. O grupo, no entanto, já sofreu as primeiras baixas, como o goleiro Lauro, que se transferiu para o Cruzeiro, e o volante Éverton, que retornou ao Sport Recife, que exigia R$ 1,2 milhão para liberar o atleta em definitivo.

Agencia Estado,

13 de dezembro de 2005 | 19h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.