Ponte fica sem nova opção para ataque

Ainda sem encontrar um camisa 9 titular para a Ponte Preta no Campeonato Paulista, o técnico Osvaldo Alvarez ficou de vez sem uma alternativa: Sérgio Júnior. Apontado como a bola da vez no Majestoso, ele acaba de deixar o elenco em troca de uma proposta considerada irrecusável do futebol coreano.O curioso é que ele chegou a treinar entre os titulares ao lado de Roger, no início da semana, e deveria assumir o lugar de Kahê. Mas no início da noite confirmou seu desligamento do clube sem pagar qualquer multa, porque não havia nada em seu contrato. "Nem eu sei o nome do clube o qual defenderei, mas meu procurador já acertou tudo", comentou, rapidamente.Quem ficou mais preocupado é Vadão, agora sem a quarta alternativa. Antes dele, tentaram vestir a camisa nove Roberto Santos, ex-Grêmio, Romualdo, ex-Figueirense e Kahê, ex-Palmeiras. Na base da intuição, o técnico resolveu esquecer os centroavantes testados e usou sua quinta opção: Danilo Goiano, um atacante que estava encostado no Sport Recife e chegou a Campinas por um contrato experimental de três meses. Danilo Goiano, de repente, pode ter a esperada oportunidade no sábado à tarde, no Majestoso, quando a Ponte recebe a Internacional de Limeira, pela 13.ª rodada do Campeonato Paulista.A Ponte Preta treinou em dois períodos nesta quarta-feira. Pela manhã, as atividades foram realizadas no ginásio do clube Paineiras, por causa das chuvas, mas na parte da tarde em Artur Nogueira, região de Campinas. Por enquanto, o treinador ainda não definiu o time. A única confirmação é o volante Ângelo no lugar de Henrique, suspenso com três cartões amarelos. O meia Harison pode voltar ao time. Caso isso aconteça, o esquema voltará a ser o 4-4-2. O sacrificado seria o zagueiro Gustavo que, insatisfeito, estuda propostas para deixar o clube. Ele nem participou do coletivo da tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.