Ponte fica sem Piá por dois meses

Um exame de ressonância magnética sob a supervisão do especialista Wilson Mello constatou que o meia Piá não voltará tão cedo a vestir a camisa da Ponte Preta. Ele sofreu uma lesão no joelho direito e precisará de, pelo menos, um mês para se recuperar, além de um período a mais para se preparar técnica e fisicamente. Por outro lado, outros dois exames tiveram um resultado mais positivo. O zagueiro Alex realmente tem um entorse no tornozelo direito, que o tirará dos treinos por 10 dias. Já o caso do meia Caíco é mais simples, porque sofreu apenas uma distensão muscular na coxa direita. O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, foi avisado da situação clínica dos jogadores e desistiu de contar com eles para a estréia do time no Campeonato Brasileiro, dia 11 de agosto, contra o Juventude, em Caxias do Sul. "Agora já sei que eles estão fora e vou buscar outras soluções", comentou o técnico. O presidente Sérgio Carnielli promete participar de uma reunião em São Paulo, nesta quinta-feira, para tentar um acordo com relação à cota de televisão. O clube, em princípio, receberia apenas R$ 905 mil contra perto de R$ 6 milhões de outros clubes que pertencem ao Clube dos 13. O dirigente já avisou que caso não seja aumentado o valor o seu time não permitirá a transmissão de jogos durante a competição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.