Ponte ganha desfalque de última hora

A Ponte Preta ganhou um problema de última hora para a estréia no Campeonato Brasileiro contra o Corinthians, quarta-feira, às 21h45, no Majestoso, em Campinas. A diretoria confirmou oficialmente que o zagueiro Gustavo não terá condições legais de jogo. Diante do impasse, a comissão técnica admite até usar o zagueiro Gabriel, que teria três propostas diferentes, uma delas do Palmeiras.O vice-presidente de futebol, Marco Antônio Eberlin, deu a notícia ruim ao técnico Estevam Soares. Somente na semana passada, após um aviso da Federação Paulista de Futebol, a administração do clube soube que ainda faltava um documento para regularizar Gustavo, revelado pelo Guarani, com passagens rápidas pelo Vitória e Goiás. O termo jurídico é cláusula penal, e a questão só foi resolvida na sexta-feira, portanto, sem tempo dele ter seu nome relacionado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF."Houve um desencontro" admitiu o dirigente, assumindo a falha e prometendo não cometer o mesmo erro do ano passado quando o clube perdeu quatro pontos por utilizar irregularmente o volante Roberto. O descuido quase rebaixou o time para a Série B.Na última semana, a dupla titular de zagueiros era formada por Gustavo e Alexandre, ex-Palmeiras. A opção é a entrada de Luís Carlos, formado nas divisões de base do clube. Mas a participação de Gabriel ganhou mais força depois do veto a Gustavo. O jogador foi vendido ao empresário Juan Figer que poderia negociá-lo. "Se não houver manifestação do Palmeiras, então ele vai para o jogo", garante Eberlin. Mesmo porque existe uma brecha no regulamento que trata da transferência de atletas durante a competição. O jogador pode disputar até seis jogos por um clube e ir para outro.Aliviado, o técnico Estevam Soares aproveitou o coletivo da tarde e testou a defesa tanto com Gabriel e Alexandre como Luiz Carlos e Alexandre. O restante do time estava praticamente definido, sem o atacante Weldon e o volante Romeu, que se recuperam de contusões. Existe a possibilidade de Weldon ser relacionado para o banco de reservas. O zagueiro Rafael Santos já está vetado pelo departamento médico. Dos reforços, a única estréia será do meia Vander, ex-Santo André. O lateral Alexandre, também vindo do Santo André, ficará na reserva.O time que treinou no coletivo deve ter a seguinte formação: Lauro; André Cunha, Gabriel (Luiz Carlos), Alexandre e Bill; Ângelo, Marcus Vinícius, Rafael Ueta e Vander; Roger e Anselmo. O elenco fará um recreativo nesta terça-feira cedo e depois vai se concentrar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.