Ponte ganha do Cruzeiro no Mineirão

A Ponte Preta quebrou um tabu ao vencer o Cruzeiro neste sábado, por 2 a 1, no Mineirão. Foi a primeira vez na história que o time de Campinas derrotou a equipe mineira em Belo Horizonte.A derrota interrompeu uma seqüência de seis vitórias em casa do Cruzeiro e aumentou a pressão sobre o trabalho de Levir Culpi. Dez dias depois de o time ter sido eliminado da Copa do Brasil, para o Paulista em pleno Mineirão, os torcedores cruzeirenses voltaram a pedir a saída do treinador.Com a vitória, a Ponte chegou a 14 pontos e subiu para o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro, depois de 7 rodadas disputadas. Já o Cruzeiro permanece com 11 pontos.Como aconteceu na partida contra o Paulista, pela Copa do Brasil, o Cruzeiro sofreu dois gols logo no começo do segundo tempo. Com apenas um minuto, o atacante Kahê aproveitou um cruzamento da esquerda e, de cabeça, fez 1 a 0 para a Ponte.Dois minutos depois, Danilo ampliou para a Ponte, para a revolta dos mais de 11 mil torcedores do Cruzeiro que foram ao Mineirão.Sem demonstrar a menor inspiração em campo, o Cruzeiro não esboçou reação. Até que, aos 26 minutos, após uma disputa na área, a bola sobrou para o atacante Fred, que descontou de perna direita: 2 a 1.O gol deu novo ânimo à equipe da casa, mas não foi o suficiente para que o Cruzeiro chegasse ao empate. "A Ponte hoje estava bem melhor em campo e mereceu a vitória", resumiu o meia Harison, do time de Campinas. Do outro lado, Levir Culpi admitiu que o Cruzeiro teve uma fraca atuação. "Não fizemos um bom jogo. A gente sentia que existia uma certa insegurança pairando", explicou o técnico. "Pelos erros nossos, não merecíamos vencer."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.