Ponte ignora Paulistão e mira reforços para Série B

Mesmo na disputa das semifinais do Título do Interior, a Ponte Preta não esconde estar mais preocupada com a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B, que começa em meados de maio. Os próximos reforços devem vir de Curitiba, onde estão os homens fortes do futebol. Os dirigentes, nesta terça-feira, já se reunirem com pessoas ligadas ao Coritiba. Ao acertar a ida do volante Gil para o recém campeão paranaense, ficou acertado que o time campineiro receberia pelo menos dois jogadores até o final do ano.

AE, Agência Estado

26 de abril de 2011 | 20h56

"É uma conversa que a comissão técnica e a diretoria da Ponte estão tendo com pessoas ligadas ao Coritiba. Estamos fazendo uma parceria com o clube para conseguirmos reforçar ainda mais nosso elenco", afirmou o gestor de futebol da Ponte Preta, Márcio De la Volpe.

Ainda esta semana os reforços devem ser definidos. Um dos mais especulados para chegar à Campinas é o meia angolano Geraldo, de apenas 19 anos, que não vem sendo aproveitado por Marcelo Oliveira, treinador do Coritiba.

Até o momento, a Ponte Preta já acertou a contratação de três jogadores para a Série B. São eles o goleiro Júlio César (Botafogo-SP), o volante João Paulo, do futebol japonês, e o atacante Bruno Nunes (Rio Preto-SP). O atacante argentino Gigena também está acertado, mas depende de sua documentação. Ele estava atuando no Universidade de Chile.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte Pretareforços

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.