Ponte improvisa defesa em Salvador

A Ponte Preta vai se despedir no Campeonato Brasileiro contra o Vitória, domingo às 16 horas, no Estádio Barradão, em Salvador, sem sua defesa titular. Luís Carlos e Tiago Messias devem formar a nova dupla com a missão de evitar que aumente o saldo de gols negativo do time, o maior da competição, com 31 gols negativos (41 gols marcados e 72 sofridos).Luís Carlos atuou vários jogos, mas Tiago Messias teve apenas uma participação. Ele é jovem, considerado uma promessa no clube, sendo mais conhecido por ser irmão do volante Fabinho, do Santos, e que já atuou na Ponte Preta em duas oportunidades.Mas os problemas do técnico Nenê Santana não são apenas esses. Do time considerado titular, ele não poderá contar com cinco jogadores. O zagueiro Gustavo, o lateral-esquerdo Bill e o meia Lindomar estão suspensos. O volante Romeu, que vai operar a garganta, pediu dispensa e o zagueiro Alexandre, que não aparece para treinar há três dias, não será escalado. O zagueiro Rafael Santos estava escalado, mas uma contusão no tornozelo já o tirou do jogo final na Bahia.O volante Marcus Vinícius, que não renovará contrato, também deve ficar de fora. Outros reservas também estão fora dos planos como o meia Júlio César e o atacante Washington. O atacante Roger, apontado como promessa do clube, já manifestou o desejo de ser emprestado. O Vasco da Gama seria seu destino.Com tantos desfalques, Nenê Santana vai definir o time somente no coletivo desta sexta-feira à tarde. A Ponte Preta ocupa a 11ª posição no Campeonato Brasileiro, com 61 pontos, e vai apenas cumprir tabela diante do Vitória, que precisa dos três pontos para tentar fugir do rebaixamento para a Série B.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.