Ponte lamenta erros de arbitragem

O empate em 0 a 0 com o Figueirense poderia ter sido um bom resultado pensando no fato do time ter jogado com dez desde o início do segundo tempo, mas o resultado acabou sendo muito contestado por jogadores e comissão técnica. Mesmo um dia após o jogo em Santa Catarina, ninguém se conformava hoje com o gol anulado do zagueiro Gérson e o pênalti não marcado em Vaguinho ainda no primeiro tempo. Com os dois lances, o time de Campinas poderia ganhar sua primeira partida fora de casa e ainda somar três pontos importantes na classificação, uma vez que deve perder três em julgamento no STJD desta terça-feira. Independente das reclamações, o técnico Abel Braga volta a trabalhar amanhã pensando no compromisso do próximo domingo diante do Atlético-MG. Para este jogo a única ausência será o lateral-direito Mantena, expulso contra o Figueirense. Para seu lugar deve ser escalado Marquinhos que, assim como Romeu e Nenê, deverão fazer suas estréias com a camisa da Ponte Preta. Além deles, o treinador terá ainda as voltas do lateral-esquerdo Alan e do volante Roberto, que não jogaram no Sul do país por estarem suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.