Ponte mantém esquema contra Brasiliense

As experiências comandadas pelo técnico Zetti durante toda a semana de treinamentos na Ponte Preta não resultaram em grandes alterações para o jogo contra o Brasiliense, neste domingo, no Distrito Federal, no fechamento do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. A prova maior é a manutenção do esquema 4-5-1, que funcionou bem nos tempos em que o time era comandado por Oswaldo Alvarez, o Vadão. Mesmo assim, acontecerão três mudanças em relação ao time que perdeu, em casa, para o Corinthians. Na defesa, Thiago Matias ocupa a vaga de Rafael Santos, suspenso com três cartões amarelos. No meio de campo, o volante Luciano Santos ganhou a camisa de titular de Carlinhos e o meia Evando, recuperado de uma virose estomacal, entra no lugar do volante André Silva. Para Zetti, haverá uma variação no esquema tático com Evando podendo encostar um pouco no ataque ao lado do centroavante Kahê. Este fará sua despedida no time, uma vez que foi negociado por US$ 1,4 milhão para o Borussia Mönchengladbach, devendo se apresentar ao clube alemão na próxima semana. Artilheiro da Ponte, com 11 gols, Kahê pode ajudar o time campineiro a superar sua pior fase dentro do Brasileiro, onde não vence há cinco jogos e perdeu seus últimos quatros jogos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.