Ponte não investirá alto em reforços

Vice-líder do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta não vai tirar os pés do chão na tentativa de se reforçar para o restante da temporada. Até o momento, os dirigentes não manifestaram interesse na contratação de nenhum jogador de primeira linha. Pelo contrário. Na última segunda-feira foram anunciados as contratações do lateral-esquerdo Márcio, que estava disputando a Série A-2 do Paulista com o Olímpia, e do volante Dionísio, do Independente de Limeira. O caso de Dionísio é atípico porque ele retornou após fechar um acordo com o clube, o qual acionava judicialmente. Outros reforços sem tanto peso estão na mira dos dirigentes, como o atacante Didi e o meia Edu, que subiram de divisão com o Bragantino. O substituto do meia Harison, negociado com o União de Leiria, de Portugal, ainda não foi definido. No entanto, dois jogadores brigam pela posição: Gabriel e Evando, que ainda não jogaram uma partida inteira com a camisa ponte-pretana. Para o próximo jogo, neste sábado, em Caxias do Sul, contra o Juventude, o técnico Vadão poderá contar com dois retornos: o zagueiro Rafael Santos e o volante Carlinhos. Eles cumpriram suspensão automática na vitória sobre o Goiás, no último sábado. Eles voltam nos lugares de Thiago Matias e Luciano Santos, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.