Ponte não recusará boas propostas

Ao mesmo tempo em que a diretoria da Ponte Preta se empenha na renovação de contratos de seus jogadores, promete não segurar nenhum jogador que possa render recursos para o clube na próxima temporada. O lateral-direito André Cunha, pretendido por vários clubes, deve mesmo ser negociado. E até o goleiro Lauro pode deixar o Majestoso."O futebol vive de negócios e que são cada vez mais raros. Caso o clube receba uma proposta financeira vantajosa, não vamos recusar", avisa o vice-presidente Marco Eberlin, que conseguiu renovar com 70% dos titulares. O último a fechar acordo foi o zagueiro Luís Carlos, revelado pelo clube, mas que tinha seu vínculo somente até dia 31 de dezembro.A provável saída de André Cunha, que interessaria a Palmeiras, São Caetano e Santos, pode impulsionar a renovação de Luciano Baiano, mas o acordo dependerá do seu procurador, Oliveira Júnior. O goleiro Lauro confirmou ter sido sondado por alguns clubes, mas que não recebeu nenhuma proposta oficial para trocar de clube. Seu contrato vence em dezembro de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.