Ponte: Nenê ainda não definiu esquema

O técnico Nenê Santana ainda não decidiu qual será o esquema tático que a Ponte Preta usará diante do Atlético-MG, domingo, no Moisés Lucarelli, às 18 horas. O treinador está em dúvida entre o tradicional 4-4-2, com mais chances de ser usado, e o 3-5-2. No primeiro, o meia Vander ganharia uma oportunidade no meio campo, deixando o zagueiro Alexandre no banco. Se optar pelo esquema com três zagueiros, Alexandre, que cumpriu suspensão diante do Goiás, seria titular e Vander ficaria como opção no banco de reservas. Buscando a reabilitação, depois da derrota por 5 a 0 para o Goiás, Nenê terá ainda o retorno de quatro titulares. Além de Alexandre, que estava suspenso, o treinador poderá contar com o retorno de quatro jogadores: Luís Carlos, Romeu, Júlio César e Weldon, todos voltam após suspensão. Apenas o volante Marcus Vinícius, suspenso, é desfalque. O time participou de um técnico-tático à tarde e deve participar de coletivo nesta sexta-feira à tarde. A Ponte Preta ocupa a sexta posição no Campeonato Brasileiro com 44 pontos e com o retrospecto positivo em casa, onde venceu seus últimos seis compromissos.

Agencia Estado,

26 Agosto 2004 | 16h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.