Ponte pega Mogi atrás de reabilitação

A Ponte Preta enfrenta neste sábado, às 16 horas, em Campinas, o Mogi Mirim pela nona rodada do Campeonato Paulista 2001 pensando única e exclusivamente na reabilitação na competição. No último domingo, o time perdeu para a Matonense por 2 a 0.A Ponte ocupa a sexta colocação com 14 pontos no torneio, enquanto o Mogi Mirim tem 11 pontos e está em 11º. "Temos que tomar cuidado porque o Mogi Mirim é um adversário perigoso. Eles costumam se dar bem quando jogam fora de casa", disse o preocupado técnico Nelsinho Baptista.O treinador não poderá contar com três jogadores. São eles, o lateral-direito Gláucio, o volante Roberto e o meia Piá, todos suspensos. Nelsinho desta vez não adotou o mistério e já definiu os respectivos substitutos. Na lateral Carlos Alexandre assume a posição, Fabinho volta à equipe titular no lugar de Roberto e na vaga de Piá, Nelsinho decidiu escalar o jovem Adrianinho.No meio de semana, a Ponte estreou com vitória na Copa do Brasil. O time venceu o Castanhal-PA por apenas 1 a 0. Para não desgastar o elenco, a comissão técnica só realizou um recreativo nesta manhã de sexta-feira.No Mogi Mirim, o técnico Pedro Rocha não poderá contar com o lateral-direito Alcir. O jogador, expulso diante da Portuguesa Santista, cumpriu automática diante da Portuguesa de Desportos, mas foi punido com dois jogos de suspensão e terá que ficar mais um fora. O ex-sãopaulino Pavão será seu substituto. Nove jogadores estão pendurados com o cartão amarelo e preocupam o treinador, que pensa no próximo compromisso após o jogo com a Ponte. No dia 24, o Mogi irá receber o Corinthians e Rocha quer contar com o maior número de titulares possível.O meia Válber é desfalque para o restante da competição. O jogador, que estava prestes a voltar ao time após quatro jogos fora por contusão, sofreu novo estiramento muscular e ficará em tratamento por 30 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.