Ponte perde e prejudica Guarani

Não mostrando o bom futebol que a levou à liderança isolada do Campeonato Paulista da série A-1, a Ponte Preta empatou com o União Barbarense, em zero a zero, neste domingo, no Majestoso. E na cobrança de penalidades máximas, o time campineiro se deu mal, perdendo por 6 a 5, deixando de somar ponto. Mesmo assim, a Ponte ficou com 28 pontos e já garantiu o título simbólico de "campeã do interior", diminuindo a frustração de quase 15 mil torcedores que foram até o Majestoso para apoiar o time. A derrota complicou ainda mais a situação do Guarani, que está seriamente ameaçado de rebaixamento, já que luta diretamente com a equipe de Santa Bárbara para não cair.O clube vai ganhar o prêmio de R$ 300 mil oferecido pela Federação Paulista, mas ainda depende de um ponto para garantir a primeira posição e atuar com a vantagem de empates nas semifinais. O Barbarense chegou aos 16 pontos, dando um passo importante par a escapar da Série A-2.Como o empate era interessante para os dois times, o ritmo do jogo foi lento e com a marcação prevalecendo. O Barbarense, na verdade, se armou defensivamente com oito jogadores atrás e apenas dois atacantes isolados na frente, na esperança de ter a chance de algum contra-ataque. A Ponte encontrou muitas dificuldades para superar o esquema defensivo armado pelo técnico Roberval Davino. E para complicar, o técnico Nelsinho Baptista, da Ponte, perdeu o ala Elivélton, machucado, ainda no final do primeiro t empo. A Ponte criou duas boas chances para abrir o placar, mas acabou se precipitando nas finalizações. E o Barbarense, a rigor, só tem uma chance com Luiz Gustavo.No segundo tempo, a Ponte mudou para melhorar. Nelsinho colocou Régis e Marco Aurélio, respectivamente, nos lugares de Macedo e Roberto.O time campineiro continuou dominando o jogo territorialmente, mas não conseguiu traduzir esta vantagem em gols. O artilheiro Washington estava numa tarde de pouca inspiração, talvez preocupado com sua apresentação à seleção brasileira. E nas vezes que tentou abrir o placar, parou na grande presença do goleiro Marcos.Com o empate sem gols, a decisão foi para os pênaltis. E o Barbarense ganhou o único ponto em jogo, ao vencer por 6 a 5. No início da cobrança Marquinhos chutou e o goleiro Alexandre defendeu, colocando a Ponte em vantagem. Mas Régis chutou na trave e Alex Oliveira para fora. Os gols do Barbarense foram marcados por Marco Aurélio, Dionísio, Piá, Washington e Luciano. Para o Barbarense marcaram: Alberto, Émerson, Leandro, Bira, Fábio Roque e Eduardo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.