Ponte pode dar liderança ao Inter

O Tribunal de Justiça Desportiva deverá julgar nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, o caso do volante Roberto, da Ponte Preta, que atuou em situação irregular nos dois primeiros jogos do Campeonato Brasileiro. Se o clube campineiro for mesmo punido com a perda dos pontos - como deve acontecer - a classificação do campeonato muda de forma substancial. O Inter de Porto Alegre - que empatou com a Ponte na rodada de abertura - deverá ganhar dois pontos e, desta forma, assumir a liderança isolado do certame, com 9 pontos. Hoje, a liderança é dividida por cinco equipes - Cruzeiro, Flamengo, Atlético Mineiro, Vitória e o próprio Inter, todos com 7 pontos ganhos.Roberto teria que cumprir suspensão de dois jogos pela expulsão contra o Fluminense na última rodada do Brasileirão do ano passado, mas a diretoria da Ponte perdeu os prazos para apelação. Além de perder o ponto pelo empate na estréia, o clube campineiro corre o risco de perder também os três pontos pela vitória (1 a 0) sobre o Juventude, na rodada seguinte. Roberto também participou daquele jogo. Nesta terça -feira está previsto apenas o julgamento do jogo contra o Inter. O caso do time de Caxias do Sul ainda não tem data definida.Com a derrota para o Cruzeiro no último domingo, a Ponte Preta, que havia conquistado quatro pontos nas três primeiras rodadas, não só dará a primeira colocação ao Inter, como cairá para a lanterna isolada do Brasileirão.Enquanto aguarda uma solução nos tribunais, o técnico Abel Braga segue treinando o time para o jogo de quarta-feira contra o Criciúma no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.A utilização do volante Roberto nesta partida vai depender do resultado do julgamento. Curiosamente, se ele for punido, então voltará ao time. Na derrota para o Cruzeiro, por 3 a 0, ele não atuou por ordem da diretoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.