Ponte pode perder vantagem na final

Terminou com uma surpresa a reunião do presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Eduardo José Farah, com representantes dos quatro clubes semifinalistas do Campeonato Paulista - Ponte Preta, Santos, Corinthians e Botafogo. Ao contrário do que imaginava até agora, a Ponte Preta pode não ter a vantagem do empate na final, apesar de ter terminado a fase de classificação em primeiro lugar. Segundo Farah, a fase semifinal nada mais é que uma seqüência do campeonato e, portanto, os pontos ganhos a partir de agora serão somados aos obtidos na primeira fase. É por conta deste critério que a Ponte pode perder a vantagem. O clube de Campinas terminou a primeira fase na liderança, com 31 pontos e pode passar para a final com dois empates. Isso significa que, terminada a semifinal, poderá acumular 33 pontos e, desta forma, ser ultrapassada pelo Santos. A equipe da Baixada se classificou em segundo, com 29 pontos, e se vencer o Corinthians duas vezes, chegará à final com 35 pontos. Neste caso, segundo Farah, o Santos teria a vantagem do empate na final.A reunião foi rápida e os clubes ratificaram algumas decisões já esperadas. Santos e Corinthians farão os dois jogos da semifinal no estádio do Morumbi. O Santos tem a vantagem do empate. Ponte Preta e Botafogo jogarão a primeira partida em Ribeirão Preto e a segunda em Campinas. A exemplo do Santos, a Ponte Preta joga por dois resultados iguais.Também como já era esperado, os dirigentes decidiram que os cartões amarelos não serão zerados e novas inscrições de atletas estão proibidas. O presidente da Federação afirmou que os jogos serão realizados apenas aos domingos, a partir do dia 6 de maio. Segundo o dirigente, não há hipótese de transferência de uma das partidas para o sábado. ?Nem que me paguem R$ 10 milhões?, desafiou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.