Ponte Ponte tenta contornar problemas

Ainda enfrentando sérios problemas com o elenco da Ponte Preta, o técnico Abel Braga parece já ter se adaptado à nova realidade do clube. Para o jogo contra o Juventude, domingo, no Majestoso, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro ele terá duas baixas: O zagueiro Rodrigo, suspenso, e o meia Piá, vetado pelo departamento médico. Nada, porém, tira a determinação do técnico que se diz preparado para enfrentar "o que der e vier".Rodrigo foi expulso no final do jogo contra o Internacional, em Porto Alegre que terminou empatado em 1 a 1. Piá sofreu um forte entorse no tornozelo esquerdo e ficará fora do time pelo menos 20 dias. O joelho também chegou a preocupar, mas nada foi constatado após exames mais detalhados. Os seus substitutos serão escolhidos durante os treinos da semana.Há consenso no clube de que o elenco é muito reduzido, principalmente após as saídas de vários jogadores semanas antes do início da competição. No sábado, o lateral Luciano Baiano e o meia Elivélton também se recusaram a viajar com a delegação para Porto Alegre porque já teriam propostas de outros clubes. A diretoria praticamente definiu a liberação dos dois jogadores. O lateral Luciano Baiano vai para o Flamengo e o experiente Elivélton para o São Caetano. As bases da rescisão contratual não foram reveladas.A filosofia da diretoria é não segurar os insatisfeitos, mesmo porque ainda sofre com dificuldades financeiras. Os atrasos salariais são freqüentes desde o segundo semestre do ano passado.Outros problemas judiciais também estão sendo contornados. O lateral Wellington, de apenas 17 anos, chegou num acordo para receber salários atrasados e assinou novo contrato. O volante Humberto também está negociando um acordo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.