PontePress/Guilherme Dorigatti
PontePress/Guilherme Dorigatti

Ponte Preta acerta com volante Fernando Bob e espera repatriar meia Renato Cajá

Diretoria busca reforços após goleada sofrida para o São Paulo

O Estado de S.Paulo

15 Fevereiro 2017 | 20h02

O sinal de alerta foi ligado na Ponte Preta após a goleada sofrida para o São Paulo por 5 a 2, no último domingo, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. A diretoria reagiu rapidamente e, nesta quarta-feira, acertou o empréstimo do volante Fernando Bob, junto ao Internacional. Ele deve ser apresentado no clube nesta quinta, podendo em breve ter a companhia do meia Renato Cajá, do Bahia, que pode vestir a camisa pontepretana pela quarta vez.

O empréstimo de Fernando Bob vai ser até dezembro. Ele é um dos ídolos da recente história do time de Campinas (SP), onde já atuou por quase três temporadas. Chegou na metade de 2013 e saiu em dezembro de 2015 para defender o Internacional - fez mais de 100 partidas. Revelado pelo Fluminense, ele tem 26 anos.

Especulou-se o interesse do clube gaúcho por William Pottker, mas isso está descartado durante o Paulistão. O negócio, porém, pode até sair para o Campeonato Brasileiro. A multa rescisória dele está estipulada em R$ 14 milhões.

Outro que está voltando é o meia Renato Cajá. Ele nem foi relacionado para o jogo do Bahia contra o Sergipe, nesta quinta-feira, pela Copa do Brasil. Existe uma proposta oficial da Ponte Preta ao clube baiano e também um bom relacionamento entre as duas diretorias.

Ídolo em Campinas, Renato Cajá já atuou três vezes na Ponte Preta. No momento é reserva de Régis no Bahia e quer aproveitar a oportunidade para voltar ao futebol paulista. Ele já tem 32 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.