Ponte Preta aposta no psicológico para a Copa do Brasil

A segunda-feira de carnaval foi de muito trabalho para a Ponte Preta, que está de olho na sua estréia pela Copa do Brasil, contra o Villa Nova-MG, na próxima quarta, às 20h30, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.Na reapresentação, o grupo reforçou a parte psicológica com uma palestra de uma hora com a psicóloga Susy Fleury. Depois, os jogadores trabalharam sob o comando do técnico Nelsinho Baptista.?Dizem que nosso grupo é limitado. Mas trabalho aqui é o que não falta", contou o treinador. "Também estamos reforçando o aspecto psicológico, que é muito importante dentro de um esporte competitivo.?Para a estréia, Nelsinho terá três baixas. O atacante Finazzi, recuperando-se de uma desidratação, não poderá atuar. O também atacante Anderson Luiz, com dores na virilha, está vetado e o zagueiro Émerson continua de fora. O ataque pode ter os garotos Wanderley e Jailton.Os volantes Ricardo Conceição e João Marcos, que cumpriram suspensão no empate sem gols com o Bragantino, na última sexta-feira, pelo Paulistão, também poderão ser escalados. Porém, os atletas que entrarão em campo só serão definidos na terça-feira, no treino coletivo.Ainda na terça, os jogadores embarcarão para Belo Horizonte. Pelo Campeonato Paulista, o time só volta a jogar no sábado, contra o Barueri, na Grande São Paulo, pela 10.ª rodada. Com 11 pontos, o time campineiro ocupa a 11.ª posição.

Agencia Estado,

19 de fevereiro de 2007 | 18h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.