Ponte Preta arranca empate no fim e lidera sozinha na Série B

Com 50 pontos, time paulista pode perder a ponta para Avaí e Joinville, que jogam no sábado no complemento da 27.ª rodada

Estadão Conteúdo

30 Setembro 2014 | 22h56

O Paraná chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas a Ponte Preta conseguiu reagir e foi buscar o empate de 2 a 2, fazendo o segundo gol já aos 43 minutos do segundo tempo. Com esse resultado em casa, na noite desta terça-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, pela 27ª rodada da Série B, a equipe de Campinas ficou sozinha na liderança.

Agora, a Ponte Preta já soma seis rodadas sem derrota na Série B, com 50 pontos, mas pode perder a ponta para o vice-líder Avaí, com 49 pontos, e até para o terceiro colocado Joinville, com 47 - ambos jogam no sábado. O Paraná, por sua vez, desperdiçou uma ótima oportunidade de voltar a vencer após cinco jogos de jejum e foi aos 32 pontos.

Foi um grande primeiro tempo no Moisés Lucarelli. O time da casa esteve melhor em muitos momentos, mas viu o adversário aproveitar as jogadas de bola parada e levar uma boa vantagem para o intervalo. A Ponte Preta perdeu duas boas chances, com Renato Cajá e Cafu, antes do Paraná abrir o placar com Arthur aos 38 minutos.

O segundo gol saiu logo depois. Após cobrança de falta de Lúcio Flávio aos 41 minutos, Jean cabeceou para o fundo das redes. A Ponte Preta ainda chegou a mandar uma bola na trave, com Renato Cajá, mas não conseguiu diminuir na primeira etapa.

Na etapa final, a Ponte Preta foi em busca do empate e diminuiu aos 12 minutos, quando Alef agarrou Roni dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Alexandro bateu no canto esquerdo de Murilo Prates, que nada pôde fazer.

O gol ascendeu a torcida da Ponte Preta, que empurrava o time ao ataque. Aos 22 minutos, Thomas arriscou, mas Murilo fez a defesa em dois tempos. O goleiro do Paraná voltou a brilhar após pegar uma cabeçada de Tiago Alves no cruzamento de João Paulo.

Nos minutos finais, a Ponte Preta foi para a pressão e Murilo Prates, que estava saindo de campo como herói, acabou sofrendo o gol. Aos 43 minutos, Cafu recuperou a bola na intermediária, fez boa jogada pelo lado direito de campo e tocou por cobertura. Alexandro completou, de cabeça, para o fundo das redes, fazendo 2 a 2.

Na próxima rodada da Série B, o Paraná enfrenta o Oeste na terça-feira, mesmo dia em que a Ponte Preta jogará contra o Boa.

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 2 X 2 PARANÁ

PONTE PRETA - Roberto; Rodinei, Tiago Alves (Júlio César), Raphael Silva (Gilvan) e João Paulo; Fernando Bob, Juninho e Renato Cajá (Thomás); Roni, Cafu e Alexandro. Técnico: Guto Ferreira.

PARANÁ - Murilo; Chiquinho, Cleiton, Alef (Lucas Otávio) e Paulinho; Jean, Edson Sitta, Henrique Santos e Lúcio Flávio; Tiago Alves (Júlio César) e Arthur (Anderson Rosa). Técnico: Ricardinho.

GOLS - Arthur, aos 38 e Jean, aos 41 minutos do primeiro tempo; Alexandro, aos 12 (pênalti) e aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alisson Sidnei Furtado (TO).

CARTÕES AMARELOS - Alexandro (Ponte Preta); Chiquinho, Edson Sitta, Henrique Santos e Arthur (Paraná).

RENDA - R$ 88.603,00.

PÚBLICO - 9.890 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Mais conteúdo sobre:
futebol Série B Ponte Preta Paraná

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.