Divulgação
Divulgação

Ponte Preta bate Atlético-MG e respira no Brasileirão

Time paulista está sete pontos atrás do São Paulo, primeiro time fora da zona do rebaixamento

AE, Agência Estado

09 de outubro de 2013 | 23h17

CAMPINAS - Após três jogos sem vitórias, a Ponte Preta mostrou que ainda está viva na luta contra o rebaixamento. Na noite desta quarta-feira, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, com o apoio de seis mil torcedores, o time paulista venceu os reservas do Atlético-MG por 2 a 0, com gols de William e Elias, um em cada tempo.

O Atlético-MG terminou o jogo com dois jogadores a menos, porque Jemerson foi expulso no primeiro tempo, enquanto Rosinei recebeu o vermelho no final. Com os três pontos, a Ponte chegou aos 26, ainda na vice-lanterna, enquanto, o Atlético-MG, preocupado com o clássico contra o Cruzeiro, no domingo, permaneceu com 39 pontos.

O JOGO

Como de costume, o Atlético-MG começou o jogo pressionando a Ponte, que encontrava muitas dificuldades para sair jogando. Com isto, o jogo era muito fraco tecnicamente, com nenhum dos times criando nada de perigo. O jogo era nervoso, com os dois times fazendo uma forte marcação. Mas, aos 32 minutos, a Ponte teve um pênalti a seu favor. William fez boa jogada e foi derrubado por Jemerson. Por ser último homem, o zagueiro foi expulso. Na cobrança, William bateu no canto, o goleiro acertou, mas não conseguiu tirar.

O Atlético-MG demorou a se acertar após ficar com um jogador a menos, com Cuca sendo obrigado a sacar Neto Berola e colocando o volante Josué. Melhor para a Ponte, que tinha mais posse de bola, tentava, mas não conseguia chegar com perigo. Apenas aos 40 minutos, após cruzamento, William tentou de cabeça, mas testou para fora do gol de Giovanni.

O Atlético voltou trocando mais passe, valorizando a posse de bola, enquanto a Ponte ficou no seu campo de defesa, partindo nos contra-ataques. Mas, com um jogador a mais, a equipe da casa era mais perigosa e aos 18 minutos Rildo teve uma boa oportunidade. Ele foi lançado, invadiu a área, livrou-se de um zagueiro, mas bateu para fora, rente à trave de Giovanni.

Dois minutos depois, num lance parecido, a Ponte outra chance. Rildo foi lançado e, meio sem querer, ajeitou para William. Ele bateu com força, mas a bola passou perto. O Atlético-MG não conseguia criar nada no setor ofensivo. Com isso, aos 33 minutos, a Ponte fez o segundo. Elias cobrou falta de longe, o goleiro Giovanni ficou vendido e a bola entrou direto.

Com a vitória garantida, aos 35 minutos, o Atlético ficou com dois jogadores a menos. O meia Rosinei, que já tinha um amarelo, fez mais uma falta e acabou recebendo o segundo, indo para os vestiários mais cedo.

A Ponte volta ao gramado no próximo sábado, quando enfrenta o Santos, às 21 horas, no Pacaembu. Por sua vez, o Atlético-MG faz o clássico contra o Cruzeiro, domingo, na Arena Independência, às 16 horas.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 2 x 0 ATLÉTICO-MG

PONTE PRETA - Roberto; César, Ferron, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Magal (Alef), Elias e Adrianinho (Adailton); Rildo e William (Rafael Ratão). Técnico: Jorginho Campos.

ATLÉTICO-MG - Giovanni; Carlos Cesar, Jemerson, Emerson e Junior Cesar; Leandro Donizete (Dodô), Lucas Cândido, Rosinei e Cláudio Leleu; Neto Berola (Josué) e Alecsandro. Técnico: Cuca.

GOLS - William, aos 32 minutos do primeiro tempo. Elias, aos 33 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Felipe Gomes da Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS - Magal e Willian (Ponte Preta); Rosinei e Alecsandro (Atlético-MG).

CARTÕES VERMELHOS - Jemerson e Rosinei (Atlético-MG).

RENDA - R$ 37.723,00.

PÚBLICO - 6.127 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.