Luiz Guilherme Martins/ PontePress
Luiz Guilherme Martins/ PontePress

Ponte Preta chega a acordo com atacante e rescinde contrato de forma amigável

Mateus Anderson deixa o clube após ter sido contrato no fim do ano passado e não se firmado como titular

Redação, Estadão Conteúdo

15 de julho de 2020 | 14h15

A Ponte Preta oficializou nesta quarta-feira a rescisão do contrato com Mateus Anderson. O atacante colocou um fim ao acordo de forma amigável com a equipe alvinegra e segue carreira fora do Moisés Lucarelli. Oficializado no final do ano passado, tinha vínculo com o time de Campinas até 31 de dezembro de 2021, mas não teve bom desempenho até março, quando o calendário foi paralisado.

De acordo com nota oficial emitida pela assessoria de imprensa da Ponte Preta, o jogador não estava nos planos da diretoria para continuidade do Campeonato Paulista e início das demais competições a partir de agosto.

A quebra do contrato, assinada na última terça-feira, não traz nenhum tipo de ônus ou bônus aos dois lados envolvidos na negociação. Durante a estada na Ponte Preta, Mateus Anderson disputou oito jogos, sem gol ou assistência, além de um cartão amarelo.

Com o técnico João Brigatti no banco de reservas, não teve nenhuma minutagem em campo e era a última opção para o sistema ofensivo. "A Ponte Preta agradece Mateus Anderson pelos bons serviços prestados e deseja sucesso ao atleta nos próximos desafios profissionais", declarou a diretoria, em comunicado oficial.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.