Ponte Preta consegue efeito suspensivo para William Pottker encarar o Santa Cruz

Pottker é reserva, mas artilheiro do time no Campeonato Brasileiro com 10 gols

Estadão Conteúdo

14 Outubro 2016 | 18h55

O departamento jurídico da Ponte Preta confirmou nesta sexta-feira que conseguiu um efeito suspensivo para o atacante William Pottker, que poderá estar à disposição do técnico Eduardo Baptista para o jogo contra o Santa Cruz, neste domingo, às 18h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela 31.ª rodada. No momento, o jogador vive uma situação paradoxal no elenco: é reserva, mas artilheiro do time no Campeonato Brasileiro com 10 gols.

William Pottker foi suspenso por quatro jogos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportivo (STJD), na última quinta-feira, no Rio. Ele respondeu por agressão ao zagueiro Luan, do Atlético Paranaense, em jogo disputado na Arena da Baixada, em Curitiba. O atacante já cumpriu um jogo e, portanto, terá que ficar fora do time por mais três. Como a diretoria e a comissão técnica consideram esta partida diante do time pernambucano fundamental para a campanha, houve o esforço jurídico.

A expectativa geral pelos lados de Campinas é conseguir outra vitória para atingir os 45 pontos, que deve ser suficiente para a manutenção do time na elite nacional na próxima temporada. Na última quinta-feira, em casa, a Ponte Preta ganhou do Vitória por 2 a 0 e manteve a 10.ª posição, com 42 pontos.

Outra opção importante é a volta do meia Thiago Galhardo, que cumpriu suspensão automática. A baixa vai ser o zagueiro Fábio Ferreira, que levou o terceiro cartão amarelo, e vai cumprir a automática. Douglas Grolli e Kadu são as alternativas. O elenco voltou aos treinos nesta sexta-feira e ainda vai treinar neste sábado pela manhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.