Ponte Preta contrata o técnico Paulo César Carpegiani

A direção da Ponte Preta oficializou, neste sábado, a contratação do técnico Paulo César Carpegiani, que será o substituto de Guto Ferreira, que saiu há 10 dias. O técnico assinou contrato, em Porto Alegre, e deverá se apresentar em Campinas no início desta semana. O último time comandado pelo ex-meia foi o Vitória, em 2012 - em 2009, quando também foi técnico da equipe, conquistou o título baiano - e, na passagem pelo clube, teve aproveitamento de 66,6%.

AE, Agência Estado

15 de junho de 2013 | 17h29

"Estou muito feliz em dirigir um time de tanta tradição como a Ponte Preta e estou certo de que a equipe tem capacidade para se recuperar no Campeonato Brasileiro. Trabalho e empenho não faltarão", afirmou Carpegiani.

A missão do novo técnico não será fácil. A Ponte Preta começou mal o Brasileirão, com uma vitória e quatro derrotas. Com apenas três pontos, é a lanterna da competição.

CARREIRA - Como jogador, Carpegiani, hoje com 64 anos, iniciou a carreira defendendo o Internacional, onde sagrou-se campeão gaúcho sete vezes seguidas, de 1970 a 1976, além de ter conquistado o Brasileirão em 1975 e 1976. Depois, transferiu-se para o Flamengo, onde fez parte do elenco campeão carioca de 1978 e 1979 e campeão brasileiro de 1980.

Como treinador, o gaúcho de Erechim conquistou nove títulos, entre eles uma Copa Libertadores e um Mundial - a Copa Intercontinental. Comandando o Flamengo, em 1981, foi no mesmo ano campeão carioca, da Libertadores e da Copa Intercontinental. No ano seguinte, ainda com o time carioca, foi campeão brasileiro. Estes foram seus anos de maior sucesso. Em 1998, dirigiu o Paraguai na Copa do Mundo da França - caiu nas oitavas de final para os franceses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.