Ponte Preta contrata zagueiro Alexandre

A diretoria da Ponte Preta definiu, nesta terça-feira, seu primeiro reforço para a temporada 2004. É um velho conhecido da torcida do Palmeiras: o zagueiro Alexandre, de boas condições técnicas e que se queimou no Parque Antártica no descenso para a Série B em 2002. "Uma das coisas que me atrapalhou no Palmeiras foi minha franqueza, a minha sinceridade", comentou o ex-zagueiro palmeirense, de 28 anos, que estava no Goiás. Segundo ele, o seu procurador, Léo Rabello, já definiu tudo com a direção do clube e ele espera se apresentar em Campinas nesta quarta-feira. O Botafogo Carioca também tinha interesse nele. Há outros nomes em pauta. Um deles é o lateral direito Chiquinho, do Fortaleza. No ataque, o rápido Camanducaia, ex-Marília, está muito cotado. O técnico Estevam Soares, da Ponte Preta, está reunido de forma permanente com a diretoria para buscar reforços visando o Campeonato Paulista. Nas contas iniciais, o elenco ainda precisa de oito a dez jogadores, dependendo do aproveitamento de alguns jogadores que participam da Copa São Paulo de Juniores. Com o grupo tendo, por enquanto, apenas 15 jogadores, foi iniciado nesta terça-feira uma série de exames médicos e físicos. O preparador físico Cristiano Nunes praticamente definiu sua permanência no clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.