Ponte Preta cuida das finalizações

Com o sol voltando a brilhar no céu da cidade, o elenco da Ponte Preta realizou treinos intensivos nesta quinta-feira sob o comando do atento técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, que exigiu de seus jogadores mais perfeição nas conclusões. Não perder tantas chances de gols é a exigência contra o Vasco, neste domingo, às 16 horas, no Majestoso. Não fossem tantas falhas nas conclusões e a Ponte não teria apenas empatado com o Paraná, em Curitiba. Esta, pelo menos, é a visão de Vadão. ?Tivemos chances de matar o jogo no primeiro tempo e depois no final, nos últimos minutos?. O objetivo dos treinos específicos é, justamente, diminuir estes erros. Foram mais de duas horas de muito trabalho, compensando os dois dias anteriores quando a chuva atrapalhou a programação. A comissão técnica resolveu liberar os jogadores no período da tarde, marcando para sexta-feira à tarde o coletivo-apronto. Antes mesmo deste treinamento, o time já está confirmado com duas mudanças. Lauro, após cumprir suspensão automática por sua expulsão contra o Fortaleza, retorna no lugar de Aranha. No ataque, Kahê vai substituir o artilheiro Roger, negociado com o São Paulo. Com oito pontos, a Ponte ocupa a nona posição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.