Ponte Preta dá folga a trio em estreia na Sul-Americana

Prestes a disputar seu primeiro jogo oficial em uma competição internacional, a Ponte Preta contará com muitas mudanças para o duelo contra o Criciúma, nesta quarta-feira, no Estádio Heriberto Hülse, pela partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana

AE, Agência Estado

20 de agosto de 2013 | 19h25

O técnico Paulo César Carpegiani vai mandar a campo um time totalmente diferente daquele que perdeu para o Goiás, no domingo, pelo Brasileirão. A começar pelo esquema tático. Sem poder contar com jogadores importantes - Baraka, Ramírez e William serão poupados por desgaste físico -, o treinador abandona o 4-3-3 e passa a atuar no 3-5-2. Ao todo, serão seis novidades.

Betão faz sua estreia na defesa e vai atuar ao lado de César e Diego Sacoman. Ferrón fica como opção no banco de reservas, assim como o lateral-direito Artur e o atacante Everton Santos. Melhor para Régis, Magal, Fernando Bob e Dênnis, que ganham uma oportunidade entre os titulares. O último sequer vinha sendo relacionado, mas com a transferência de Alemão para o Vitória ganhou uma chance.

"Não sou treinador de um esquema só. Eu quero um time mais seguro defensivamente. Se eu tiver de mudar, vou tentar o melhor para a equipe. O Betão vai estrear. Eu quero uma defesa mais segura. Temos alguns problemas. O William não vai viajar. O Ramírez também está no departamento médico. Não quero correr o risco de perder jogadores importantes para a sequência do Brasileirão", comentou o treinador.

Assim, a Ponte deve entrar em campo nesta quarta com Roberto; César, Betão e Diego Sacoman; Régis, Magal, Fernando Bob, Chiquinho e Uendel; Rildo e Dennis.

A ironia é que a Ponte usou time misto nos confrontos com o Nacional-AM, pela terceira fase da Copa do Brasil, porque queria disputar o torneio internacional. A sua prioridade era a Copa Sul-Americana, agora praticamente descartada em cima da necessidade de somar pontos dentro do Brasileiro. Com 15 pontos, ocupa a 16ª posição, na beira da zona de rebaixamento.

A partida de volta entre Ponte Preta e Criciúma está marcada para a próxima terça-feira, também às 21h50, no Estádio Moisés Lucarelli. Quem avançar para a fase internacional da Sul-Americana vai enfrentar Deportivo Pasto, da Colômbia, ou Colo Colo, do Chile.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-AmericanaPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.