Ponte Preta derrota o Marília com gol 1.000 em casa pelo Paulistão

Equipe campineira não teve dificuldades para fazer 2 a 0 e conseguir marca histórica dentro do Moisés Lucarelli, nesta quinta-feira

Estadão Conteúdo

12 de fevereiro de 2015 | 23h09

Sem dificuldades, a Ponte Preta venceu o Marília por 2 a 0, nesta quinta-feira, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. O confronto foi marcado pelo gol histórico do meia Renato Cajá, que abriu o placar de pênalti e fez o gol de número 1.000 em 674 jogos do time campineiro em seu estádio em Estaduais.

Com a vitória, a Ponte Preta assumiu a liderança do Grupo B, com sete pontos. Um na frente do Corinthians, que não entrou em campo duas vezes por causa dos confrontos contra o Once Caldas pela fase preliminar da Copa Libertadores. Já o Marília segue na lanterna do Grupo C, sem nenhum ponto - quatro derrotas em quatro jogos. E com a estreia do técnico Bruno Quadros, que substituiu Luis dos Reis.

Empurrada por seu torcedor, a Ponte Preta dominou o primeiro tempo. Criou as principais chances de gol e foi para o intervalo com 2 a 0 no placar. Aos 16 minutos, Roni recebeu de Biro Biro e foi derrubado pelo goleiro Rodrigo na área. Pênalti. Na cobrança, aos 18, Renato Cajá fez 1 a 0, deslocando o arqueiro.

A proposta do Marília foi de se defender e sair no contra-ataque, mas com a Ponte Preta muito ofensiva no inicio do jogo, foram os defensores que mais trabalharam. Aos 44 minutos, o time campineiro fez o segundo gol. Após escanteio, Pablo desviou de cabeça e a bola sobrou para o zagueiro Renato Chaves completar para as redes.

No segundo tempo, a Ponte Preta diminuiu o ritmo e administrou o resultado. Como consequência levou alguns sustos do Marília, que criou chances de diminuir o placar. O time campineiro também poderia ter feito mais gols, mas deixou o campo com o mesmo 2 a 0 da primeira etapa.

A Ponte Preta volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrenta o Linense, às 19h30, no estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins. O Marília, no mesmo dia e horário, recebe o Audax, no estádio Bento de Abreu, em Marília.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 2 x 0 MARÍLIA

PONTE PRETA - Marcelo Lomba; Rodinei, Renato Chaves, Pablo e Rodrigo Biro (Juninho); Fernando Bob, Bruno Silva e Renato Cajá; Roni, Biro Biro (Paulinho) e Fábio Santos (Wanderson). Técnico: Guto Ferreira.

MARÍLIA - Rodrigo Calchi; Gil Bahia, Thiago Gomes, Roni e Deca; Boquita, Vitor Cruz (Gilberto Souza), Leomir e Bruno Farias (Thiago Elias); Leandro Costa e Wellington Amorim (Reis). Técnico: Bruno Quadros.

GOLS - Renato Cajá (pênalti), aos 18, e Renato Chaves, aos 44 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Roni e Biro Biro (Ponte Preta); Bruno Farias, Gil Bahia, Roni e Deca (Marília).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues Guerra.

RENDA - R$ 52.143,00.

PÚBLICO - 3.720 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.