Ponte Preta dispensa 8 jogadores

Antes de anunciar novas contratações ou de fechar negócios para a temporada de 2002, a direção da Ponte Preta aproveitou o primeiro dia efetivo de trabalho no clube, nesta quarta-feira, para dispensar alguns jogadores. No total, oito atletas estão fora dos planos do clube para o Torneio Rio-São Paulo.Os jogadores dispensados são o zagueiro Paulão, que é dono do passe, o zagueiro André Santos, que pertence ao Corinthians, o lateral-esquerdo André Silva, do Vasco, o meia Marco Aurélio, do Flamengo, e o atacante Marcelo Sergipano, do Sergipe. Três goleiros formados no clube também estão fora dos planos: Adriano, que negocia para pegar o passe, e Alexandre e Lauro, que estão sendo emprestados.O vice-presidente do clube, Marco Antônio Eberlin, evitou falar sobre os possíveis reforços. Mas já é dado como certo a vinda de dois jogadores do Palmeiras: o lateral-direito Daniel e o volante Flávio. Por outro lado, o meia Adrianinho deve continuar na Ponte.Outro que deve deixar a equipe é o volante Mineiro, praticamente emprestado para o Cruzeiro, por R$ 1 milhão mais o empréstimo do atacante Leonardo, revelado pelo Sport. A troca seria feita pelo período de um ano. Quem também pode sair é o meia Piá, que já negocia com os dirigentes do Internacional de Porto Alegre. O problema é o preço do seu passe: US$ 2 milhões.O atacante Washington é um dos nomes na lista de reforços da Roma, da Itália, mas os dirigentes da Ponte garantem que, até o momento, não receberam nenhuma proposta oficial.Parte do elenco da Ponte se apresentou nesta quarta-feira, no estádio Moisés Lucarelli. Esta semana está reservada para exames físicos, médicos e laboratoriais. A novidade foi a contratação do fisiologista Miguel Arruda, numa indicação do técnico Vadão.

Agencia Estado,

02 de janeiro de 2002 | 19h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.