Ponte Preta dispensa cinco jogadores

Antes de iniciar os trabalhos para o Campeonato Brasileiro, a direção da Ponte Preta resolveu dispensar cinco jogadores que estão fora dos planos. São três laterais - Wagner, Luciano e Ivan - além de dois atacantes - Delmer e Giuliano. Nenhum deles era titular do time e suas saídas abrirão vagas para outros jogadores dentro do elenco. O clube também deve se desfazer de dois goleiros, emprestando Adriano e Alexandre Negri. Isso pode abrir espaço para a contratação de um goleiro mais experiente, tanto que já existem vários nomes em pauta como Sérgio, do Palmeiras, e Clemer, do Flamengo, que já foram contactados. Outro nome que pode reforçar o time é o atacante Demétrius, campeão português pelo Boavista. Ele pretende voltar ao Brasil e poderia acertar contrato até o final do ano. O brasileiro, de 30 anos, já atuou no Botafogo-SP e Santos. Mas as contratações serã feitas somente após a venda de algum jogador. O nome mais cotado para sair é de Washington, artilheiro do Campeonato Paulista, com 16 gols, e da Copa do Brasil, com 11 gols. Seu passe estaria valendo US$ 6 milhões e poderia ser negociado com um clube do exterior. A apresentação do elenco está confirmada para a próxima segunda-feira, quando os jogadores vão realizar uma série de exames médicos e físicos. A partir disso, a comissão técnica pretende traçar os planos de treinamento para o Brasileirão. A estréia da Ponte será contra o Flamengo, dia 1º de agosto, em Florianópolis-SC.

Agencia Estado,

22 de junho de 2001 | 19h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.