Ponte Preta e Guará jogam pela semifinal do Paulistão

Vantagem é do time do Vale do Paraíba, que terminou a primeira fase na primeira colocação, com 40 pontos

Redação,

11 de abril de 2008 | 18h33

O confronto interiorano entre Ponte Preta e Guaratinguetá vai definir quem será o finalista do Campeonato Paulista da temporada. O 'desafio caipira' começa, neste sábado, a partir das 18h10, em Campinas, no Estádio Moisés Lucarelli, e prossegue no próximo sábado, dia 19, no Vale do Paraíba, com acompanhamento ao vivo pelo estadao.com.br.O Guaratinguetá entra nas semifinais com a vantagem de atuar por dois resultados iguais, uma vez que terminou líder da fase inicial, com 40 pontos e a defesa menos vazada, com 14 gols sofridos. O time ficou 12 rodadas em primeiro lugar. Fundado há 10 anos, o Guaratinguetá Futebol Ltda vive, com certeza, o seu momento de maior destaque. Ano passado, na sua primeira participação na elite estadual, o time do Vale do Paraíba conquistou o título do interior. "Somos um clube empresa, que visa o lucro. Mas é claro que queremos ser campeões, porque nossos jogadores ficarão mais valorizados", explica o presidente Carlos Arini.A Ponte Preta terminou em quarto lugar, com 35 pontos, mas tem a seu favor o melhor ataque da competição, com 36 gols, igual ao do Palmeiras. Além disso, o time campineiro ficou 18 rodadas entre os quatro melhores, o que comprova a sua regularidade na competição. Apoiado por sua torcida, que teve a melhor média do interior, com mais de oito mil por jogo em casa, o time sonha em disputar o título pela quinta vez. O clube de futebol mais velho do Brasil, com 107 anos, nunca foi campeão, embora já tenha sido vice-campeão em 1970, 1977, 1979 e 1981.AS EQUIPESNa Ponte Preta, Wanderley e Luis Ricardo iniciam o confronto, mesmo com os atacantes Marcelo Soares e Danilo Neco recuperados de lesão. Assim como no setor ofensivo, as outras posições não sofrerão mudanças. "Queremos reverter a vantagem, mas sem fazer loucuras. A Ponte joga no ataque, porque é seu estilo de jogo, mas vai tomar cuidado com os contra-ataques do Guará", garante o técnico Sérgio Guedes.  Ponte Preta Aranha; Eduardo Arroz, César, Jean e Vicente; Deda, Bilica, Elias e Renato; Wanderley e Luís Ricardo Técnico: Sérgio Guedes  Guaratinguetá Fábio; Carlinhos, Toninho e Thiago Gomes; Nelsinho, Alê, Magal, Michael e Jéferson; Dinei e Alessandro Técnico: Guilherme Macuglia Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes FilhoEstádio: Moisés Lucarelli, em Campinas, SPHorário: 18h10Rádio: Eldorado/ESPN - 700 AMTV: SportvNo Guaratinguetá, o zagueiro Toninho, o meia Michael e o atacante Dinei voltam de suspensão. Com força máxima, a equipe está armada no esquema 3-5-2, mas terá que ter cuidado, uma vez que Magal e Alê estão pendurados com dois cartões amarelos. "Estamos trabalhando muito, é preciso muita concentração para que possamos ter sucesso. Futebol são detalhes, temos que estar atento a tudo", afirmou o técnico Guilherme Macuglia. O técnico lembra que seu time não sofreu nenhum gol de bola parada, ou seja, seguido de falta ou escanteio e já adiantou que vai deixar o clube ao término do Paulistão. Mesmo com a elevação dos preços dos ingressos, a expectativa é de casa cheia. Foram colocados à venda 14.850 ingressos, dois mil destinados ao visitante, que promete levar 30 ônibus a Campinas. Nas bilheterias do Majestoso já foram vendidos oito mil bilhetes até o início da noite de sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.