Ponte Preta empata com Náutico e segue em 2.º na Série B

Em duelo direto pela vice-liderança da Série B, Ponte Preta e Náutico fizeram uma partida de seis gols neste sábado, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara. O placar de 3 a 3, porém, só agradou ao time paulista, que manteve a segunda colocação da tabela ao fim da última rodada do primeiro turno.

AE, Agência Estado

27 de agosto de 2011 | 18h47

A Ponte abriu o placar, mas permitiu que o Náutico fizesse três gols. O time paulista não se rendeu e buscou o empate, alcançando os 35 pontos e assegurando sua posição na tabela. O Náutico segue em terceiro, com 34. A liderança pertence à Portuguesa, campeã simbólica do primeiro turno, com 38 pontos.

O confronto deste sábado foi o primeiro dos cinco jogos em que o time paulista terá que cumprir punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva devido aos incidentes ocorridos no clássico com o Guarani, no mês de julho.

Em seu primeiro jogo na "nova casa", a Ponte demonstrou logo nos primeiros minutos que iria se adaptar rapidamente e precisou de 17 minutos para ficar em vantagem no placar. O meia Renato Cajá alçou a bola para o meio da área e Lúcio Flávio escorou de cabeça. A bola foi morrer no canto esquerdo do gol do Náutico: 1 a 0.

O gol deu maior tranquilidade para a Ponte, mas também deixou uma falsa impressão de controle e o Náutico, que até o momento estava somente chegando sem perigo ao ataque, conseguiu o empate. Elicarlos deixou Mancuso no chão e chutou de fora da área. A bola foi no ângulo direito da meta da Ponte.

A virada do Náutico aconteceu aos 42 minutos. Em jogada de velocidade pela direita, Kieza deixou Leandro Silva para trás e rolou para Eduardo Ramos. No meio da área, o meia dominou e rolou para Rogério chutar no canto esquerdo e virar o jogo.

No segundo tempo, o Náutico ainda conseguiu o terceiro gol. Aos 18, Eduardo Ramos recebeu de Jeff Silva e bateu no ângulo esquerdo de Júlio César. Mesmo em desvantagem, a Ponte contou com o apoio da torcida e foi em busca da igualdade. Aos 26, Renato Cajá recebeu cruzamento de Guilherme pelo lado direito e empurrou para dentro do gol, descontando o marcador.

A festa da torcida pontepretana animou os jogadores em campo que conseguiram o empate. Aos 34 minutos, Guilherme desviou de cabeça após cobrança de escanteio e empatou novamente o jogo em Araraquara.

Agora, pela 20.ª rodada, todos os jogos acontecem na próxima terça-feira, às 20h30. A Ponte Preta enfrenta o ASA-AL, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL). Enquanto isso, o Náutico recebe a líder Portuguesa, no Estádio dos Aflitos, em Recife (PE).

Ficha Técnica:

Ponte Preta 3 x 3 Náutico

Ponte Preta - Júlio César; Guilherme, Leandro Silva, Ferron e Uendel; Xaves (Josimar), Mancuso, Renato Cajá e Renatinho (Gerson); Lúcio Flávio (Tiago Luís) e Ricardo Jesus. Técnico: Gilson Kleina.

Náutico - Gideão; Peter, Marlon, Ronaldo Alves e Jeff Silva; Everton, Elicarlos, Derley e Eduardo Ramos (Auremir); Rogério (Philip) e Kieza (Elton). Técnico: Levi Gomes (interino).

Gols - Lúcio Flávio, aos 17, Elicarlos, aos 30, e Rogério, aos 42 minutos do primeiro tempo. Eduardo Ramos, aos 18, Renato Cajá, aos 26, e Guilherme, aos 34 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Renato Cajá e Derley.

Árbitro - Leandro Pedro Vuaden (RS).

Renda - R$ 19.094,00.

Público - 2.385 pagantes.

Local - Arena Fonte Luminosa , em Araraquara (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.