Ponte Preta empata com Vila Nova e fica distante do G-4

Enquanto houver chance, existe esperança. Com esta mentalidade, a Ponte Preta saiu do estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, após arrancar o empate contra o Vila Nova por 2 a 2, nesta terça-feira, pela 32.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com 46 pontos, na oitava colocação, apesar de chegar ao quarto jogo sem vencer e interromper uma série de três derrotas seguidas, o time campineiro vai terminar a rodada a nove pontos do G-4 faltando seis rodadas para o final da competição.

AE, Agência Estado

26 de outubro de 2010 | 23h31

Na parte de baixo da tabela de classificação, o Vila Nova chegou à 15.ª posição, com 39 pontos, seis a mais que o primeiro time dentro da zona de rebaixamento, que é o Ipatinga.

Tentando seguir na briga pelo acesso após a demissão de Jorginho e a contratação de Givanildo de Oliveira, que assistiu ao jogo das tribunas, a Ponte Preta começou pressionando e abriu o placar logo aos quatro minutos. Após cruzamento de Ivo, da esquerda, Willian subiu no meio da dupla de zaga do Vila Nova e testou firme para o fundo das redes.

No decorrer da primeira etapa, o visitante foi crescendo no jogo e conseguiu empatar pouco antes de ir para os vestiários. Aos 43 minutos, após cobrança de falta do lado esquerdo, David Levantou em direção ao gol, ninguém desviou no meio da área e a bola acabou entrando direto, passando por baixo do goleiro Gilson.

Na volta dos vestiários, o Vila Nova retornou muito melhor e deu trabalho ao goleiro Gilson. Aos 20 minutos, chegou à virada. Eberson pegou o rebote da defesa, ajeitou e chutou cruzado. Gilson caiu tarde na bola: 2 a 1.

Atrás no marcador, a Ponte Preta foi para o tudo ou nada, pois uma derrota praticamente eliminaria a equipe da briga por uma vaga na elite do Brasileiro. Aos 39 minutos, conseguiu o empate. Após o cruzamento na área, o atacante Reis fez o pivô e ajeitou para Willian, que chutou sem chances de defesa para o goleiro Max.

Pela 33.ª rodada, a Ponte Preta voltará a campo na próxima terça, às 21h50, contra o Duque de Caxias, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. Este jogo vai marcar a estreia do técnico Givanildo Oliveira. No mesmo dia, porém um pouco mais cedo, às 19h30, o Vila Nova receberá o América-RN, no estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Ficha técnica

Ponte Preta 2 x 2 Vila Nova

Ponte Preta - Gilson; Éverton Silva, Naldo, Léo Oliveira e Bruno Collaço; Guilherme (Gerson)(Souza), Josimar, Leandrinho (Pablo Escobar) e Ivo; Willian e Reis. Técnico: Flamarion Nunes (interino).

Vila Nova - Max; Ivan, Leandrão, Éder Lima e Jorge Henrique (Cris); Adilson, Eberson, David e Davi Ceará (Júnior); Roni (Max Pardalzinho) e Bruno Lopes. Técnico: Ademir Fonseca.

Gols - Willian, aos 4, e David, aos 43 minutos do primeiro tempo; Éberson, aos 20, e Willian, aos 39 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Guilherme (Ponte Preta); Éder Lima, Davi Ceará e Bruno Lopes (Vila Nova).

Árbitro - Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ).

Renda - R$ 11.603,00.

Público - 2.145 pagantes.

Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.