Fábio Leoni/PontePress
Fábio Leoni/PontePress

Ponte Preta empata sem gols com a Ferroviária e evita o rebaixamento no Paulistão

Time de Campinas fica na 13ª colocação, na frente apenas de Mirassol, Linense e Santo André

Estadão Conteúdo

11 Março 2018 | 19h50

A Ponte Preta se livrou do rebaixamento no Campeonato Paulista ao empatar sem gols com a Ferroviária, neste domingo, no Moisés Lucarelli, pela 12.ª rodada e última da fase de classificação. Com 12 pontos, o time de Campinas ficou em 13.º lugar, na frente dos dois rebaixados - Linense, com dez, e Santo André, com nove e igual em pontos com o Mirassol, em 14.º.

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Paulista

+ São Paulo vira sobre o Red Bull e decide vaga na semi em casa contra o São Caetano

+ Palmeiras bate o Ituano com golaços de Scarpa e termina 1ª fase com melhor campanha

+ Com gols de defensores, Corinthians vence o Botafogo e pega o Bragantino na próxima fase

+ Santos perde para o São Bento, mas garante 1º lugar do seu grupo no Paulistão

A fraca campanha da Ponte Preta pode ser confirmada com uma marca jamais vista: nunca havia deixado de vencer em casa no Paulistão. Agora foram seis jogos, com três empates e três derrotas. A Ferroviária já estava livre da queda, ficou com 13 pontos, em 11.º lugar, e com uma vaga na disputa do Troféu do Interior.

Como o técnico Eduardo Baptista foi desligado na quinta-feira, a Ponte foi dirigida, de forma interina, por João Brigatti. Ele até ousou a promover mudanças no time, com as entradas do volante Nathan e escalando só um atacante: Fellipe Cardoso.

Mesmo correndo risco, a Ponte Preta teve mais volume de jogo no primeiro tempo. Se faltava qualidade técnica, sobrava vontade. Desta forma, criou duas chances claras de gol. A primeira aos seis minutos, quando Orinho tentou chutar a gol, mas errou. A bola, porém, ficou para Fellipe Cardoso que saiu de trás dos defensores. O desvio foi bom, mas a defesa de Tadeu foi melhor ainda, evitando o gol.

Aos 12 minutos, Orinho arriscou o chute cruzado e acertou. Mas Tadeu saltou e espalmou para escanteio, numa grande defesa. A Ferroviária também teve uma chance real aos 31 minutos, quando Wellinton Junior aproveitou o cochilo de Emerson e bateu forte. A bola, caprichosa, tocou no pé da trave, passou pelas costas do goleiro Ivan e saiu do outro lado.

No segundo tempo, o cenário foi o mesmo. A Ponte com mais volume e a Ferroviária se defendendo, sem força ofensiva. Mas o time campineiro só ameaçou aos 22 minutos, quando Marciel fez jogada individual e soltou a bomba. O goleiro Tadeu, outra vez, espalmou para escanteio.

O técnico PC de Oliveira ainda tentou melhorar a Ferroviária usando suas três trocas. Mas não adiantou. Com os dois times cansados, o jogo caiu de ritmo. E foi assim até o final.

A Ponte Preta agora se concentra na terceira fase da Copa do Brasil. Na quinta-feira, vai enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luis pelo jogo de volta da terceira fase. No primeiro jogo, em Campinas, houve empate sem gols. Quem vencer lá avança à quarta fase. A Ferroviária vai se preocupar com o Troféu do Interior.

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 0 X 0 FERROVIÁRIA

PONTE PRETA: Ivan; Emerson, Renan Fonseca, Luan Peres e Jeferson; Nathan, Marciel (João Vitor), Silvinho (Yuri), Léo Artur (Felipe Saraiva) e Orinho; Felippe Cardoso. Técnico: João Brigatti.

FERROVIÁRIA: Tadeu; Alisson, Patrick, Luan e Diogo Mateus; Fábio Souza, Moacir e Velicka (Caíque); Léo Castro (Caio Mancha), Hygor e Wellinton Junior (Misael). Técnico: PC de Oliveira.

ÁRBITRO: Thiago Duarte Peixoto.

CARTÃO AMARELO: Diogo Matheus (Ferroviária).

RENDA: R$ 33.870.

PÚBLICO: 3.198 pagantes (3.504 total).

LOCAL: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.