Ponte Preta estréia com derrota para o Villa Nova

A Ponte Preta estreou na Copa do Brasil 2007 perdendo por 1 a 0 para o Villa Nova-MG, na noite desta quarta-feira, no Estádio Independência, em Belo Horizonte. Com a derrota, os paulistas terão que vencer por, no mínimo, dois gols de diferença na volta, que acontecerá na próxima quarta-feira, em Campinas. Com um meio-de-campo congestionado, a Ponte anulou as principais jogadas de ataques do adversário e, só não saiu na frente porque faltou qualidade no setor de criação. O único gol do jogo saiu somente em uma falha do árbitro carioca Gutemberg de Paula Fonseca. Após bola levantada pela direita, o zagueiro Carciano desviou a bola com a mão e o gol foi validado. Na segunda etapa, os mineiros cansaram e jogaram claramente para administrar o resultado. A Ponte, apesar de melhor, sentiu falta do matador Finazzi e não conseguiu o empate. A nota triste do jogo foi a lesão do goleiro Aranha, que foi substituído por Dênis no primeiro tempo. Após uma trombada com Paulo César, ele sofreu corte no rosto e teve que levar 15 pontos. Agora, a Ponte Preta deixa de lado temporariamente da Copa do Brasil e volta suas atenções ao Campeonato Paulista. No próximo sábado, às 18h10, enfrentará o Barueri, no Estádio Municipal Vila Porto, na Grande São Paulo. Ficha técnica:Villa Nova-MG 1 x 0 Ponte PretaVilla Nova-MG - Gleisson; Geison, Carciano, Bill e Marcel; Jackson, Emerson, Paulo César (Anderson Lobão) e Márcio Guerreiro (João Paulo); Danilo e Fabinho (Gil). Técnico: Pirulito. Ponte Preta - Aranha (Dênis); André Cunha, Anderson, Alexandre Black e Fernando; Ricardo Conceição, Carlinhos (Thiago Carpini), João Marcos, Julian (Jaílton) e Ezequiel; Wanderley. Técnico: Nelsinho Baptista. Gol - Carciano, aos 45 minutos do primeiro tempo. Árbitro - Gutemberg de Paula Fonseca (RJ). Cartões amarelos - André Cunha, Marcel e Emerson. Local - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.