Ponte Preta fica sem seus dois volantes

A Ponte Preta sofreu duas inesperadas baixas nesta quarta-feira: os volantes Marcus Vinícius e Flávio. O primeiro desistiu de assinar contrato, enquanto o segundo definiu sua transferência para o futebol da Turquia. Por outro lado, o clube promete renovar, até o final da semana, os contratos do lateral Luciano Baiano e do atacante Alecsandro. Marcus Vinícius comunicou oficialmente à diretoria que não vai renovar seu contrato para 2005, por decisão pessoal. Ele chegou até a se desculpar com o vice-presidente Marco Antônio Eberlin, uma vez que tinha até "apalavrado" sua permanência no Majestoso . "Na verdade tinha aceitado a proposta, mas resolvi repensar, mesmo não tendo nenhuma outra proposta porque a divulgação de acerto deve ter afugentado possíveis interessados", disse o volante. O capitão do time confirmou que tomou esta segunda decisão "com a razão e sem coração". Com relação a Flávio a sua saída já era esperada pelos dirigentes. Embora ele tivesse acertado sua renovação, tinha ficado a pendência de alguma eventual proposta do exterior. Foi o que aconteceu. Flávio recebeu uma proposta de um clube turco por 12 meses de trabalho. Não revelou o nome do time, mas garantiu que até já assinou contrato. O vice-presidente Marco Eberlin promete definir duas situações na próxima sexta-feira, quando estará em Salvador. Ele quer pegar as assinaturas de contrato do lateral Luciano Baiano e também o empréstimo oficial do atacante Alecsandro, que tem vínculo com o Vitória da Bahia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.