Luiz Guilherme Martins / PontePress
Luiz Guilherme Martins / PontePress

Ponte Preta ganha, evita rebaixamento e se classifica junto com o Mirassol

Mesmo em 13º na colocação geral, time de Campinas chegou em segundo no grupo A e enfrentará o Santos

Redação, Estadão Conteúdo

26 de julho de 2020 | 19h49

A Ponte Preta conseguiu escapar do rebaixamento no Campeonato Paulista ao vencer o Mirassol por 1 a 0, neste domingo, no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo (SP). Com 13 pontos, o time de Campinas (SP) ficou em segundo lugar do Grupo A e jogará nas quartas de final contra o Santos, que terminou na liderança com 16.

Apesar da derrota, o Mirassol avançou como segundo colocado do Grupo C, com 17 pontos, e vai enfrentar o São Paulo, líder com 21. Nesta segunda-feira, em reunião na Federação Paulista de Futebol (FPF), a entidade definirá datas, horários e locais dos jogos.

Desde o início, a Ponte Preta forçou a marcação na saída de bola do Mirassol. Esta disposição atrapalhou a saída de bola do adversário, que se complicou em alguns lances. O domínio territorial quase se transformou em vantagem aos 18 minutos, quando Bruno Rodrigues recebeu na linha da grande área e tentou por cobertura. A bola, porém, explodiu no travessão e acabou aliviada pela defesa do time de Mirassol (SP).

Mais preocupado em se defender e somar um ponto que poderia lhe dar a classificação, o Mirassol pouco se arriscou ao ataque. Só criou uma chance real para empatar aos 44 minutos, em uma jogada individual do lateral-esquerdo Moraes. Ele entrou na área ao passar por dois marcadores e chutou sem ângulo. A bola tocou no meio da trave direita e saiu.

O segundo tempo começou mais equilibrado. A primeira chance esteve nos pés de Kauan, que arriscou de fora da área, exigindo grande defesa de Ivan. Ele espalmou e a defesa aliviou aos 15 minutos.

Mas o esforço da Ponte Preta foi recompensado aos 21 minutos, quando Guilherme Lazaroni fez o cruzamento da esquerda e Bruno Rodrigues subiu para desviar de cabeça. Muita comemoração no banco de reservas do time de Campinas.

Depois disso, a Ponte Preta passou a valorizar a posse de bola para deixar o tempo passar. Correu alguns riscos, porém soube se defender e garantir a vitória. A segunda seguida após a volta da competição. No meio de semana tinha vencido o Novorizontino por 2 a 0.


FICHA TÉCNICA

MIRASSOL 0 x 1 PONTE PRETA

MIRASSOL - Kewin; Daniel Borges (Matheus Rocha), Reniê, Tiago Alves e Danilo Boza; Du (Lucas Vital), Alison Silva, Kauan (Netto) e Moraes; Juninho (João Arthur) e Bruno Mota. Técnico: Ricardo Catalá.

PONTE PRETA - Ivan; Apodi, Wellington Carvalho, Alison e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Jeferson, Vinícius Zanocelo (Bruno Reis) e João Paulo (Danrley); Bruno Rodrigues (Osman) e Alison Safira (Moisés). Técnico: João Brigatti.

GOL - Bruno Rodrigues, aos 21 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - José Cláudio Rocha Filho.

CARTÕES AMARELOS - Kauan e Alisson Silva (Mirassol); Alison Safira (Ponte Preta).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.