Fábio Leoni/Divulgação
Fábio Leoni/Divulgação

Ponte Preta garante estar pronta para pressão palmeirense

Time campineiro defende vantagem de 3 a 0 construída no jogo de ida da semifinal do Paulista

O Estado de S. Paulo

22 de abril de 2017 | 07h00

Com a boa vantagem conquistada em casa (3 a 0), a Ponte Preta já tem a fórmula para evitar uma virada do Palmeiras no Allianz Parque neste sábado e chegar à final do Campeonato Paulista: manter os pés no chão e mostrar a mesma atitude e competência que a levaram à vitória no primeiro confronto das semifinais. Esta noite o time pode perder até por dois gols de diferença.

"Nós construímos essa vantagem com muita personalidade. O segredo é fazer o simples e ter consistência. Lá no campo deles, vamos sofrer forte pressão e teremos a torcida contra. Mas é necessário superar tudo isso para chegar na final, então vamos atrás deste objetivo", disse o técnico Gilson Kleina, que comandou um treino fechado nesta sexta-feira.

O técnico lembrou que seus jogadores mantiveram o foco desde o início das semifinais. Só existe uma dúvida na equipe, na lateral-esquerda. Antes improvisado na função, Reynaldo não pode jogar por ter recebido o terceiro amarelo. "Testei duas possibilidades. Uma reforçando a marcação e outra jogando mais aberto", disse Kleina, que deve escolher Nino Paraíba. O jogador se recuperou de problemas musculares.

O time vai jogar praticamente com três zagueiros, liberando mais o lateral-direito  Jeferson ou Nino Paraíba. O esquema é o 4-3-3 ou a variação 4-1-4-1 dependendo das circunstâncias da partida. Fica mantido o tripé de meio-campo com três volantes (Fernando Bob, Jadson e Elton), com três atacantes: Lucca e Clayson pelas laterais e William Pottker mais avançado. O meia Renato Cajá, recuperado de lesão, mas ainda fora da forma ideal, volta a ser opção para o segundo tempo. 

COMBINAÇÕES

Empate 

A Ponte Preta vai à final.

Vitória da Ponte Preta

Time de Campinas confirma a classificação. 

Vitória por até dois gols do Palmeiras 

A Ponte Preta estará classificada pelo saldo de gols, pois fez 3 a 0 no jogo de ida.

Palmeiras ganha por três gols de diferença 

Decisão vai para os pênaltis.

Palmeiras faz 4 ou mais gols de diferença 

O time alviverde se garante na decisão do Paulistão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.