Ponte Preta goleia Vilhena e avança na Copa do Brasil

Equipe de Campinas supera o adversário por 6 a 1 e se classifica para a segunda fase da competição

Agencia Estado

18 de março de 2009 | 22h37

Com a esperada tranquilidade, a Ponte Preta goleou o Vilhena, por 6 a 1, nesta quarta-feira à noite, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pelo jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil. Como já tinha vencido em Rondônia por 2 a 1, o time campineiro carimbou sua passagem à próxima fase, quando vai enfrentar o Figueirense. O primeiro jogo será disputado em Florianópolis.

Veja também:

tabela Calendário / Resultados da Copa do Brasil

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Os gols foram saindo rapidamente. Leandrinho bateu com consciência aos 6 minutos e abriu o placar. Aos 16, Edílson cruzou na cabeça de Márcio Mexerica. O mesmo Edílson aumentou, aos 32 minutos, após receber falta de Alessandro e chutar com força. O curioso é que o modesto visitante marcou seu gol de honra aos 46 minutos numa cabeça de Edílson, mas contra as redes da Ponte Preta.

No segundo tempo, a Ponte não esmoreceu e conseguiu mais dois gols. Aos 13, Leandrinho recebeu belo passe de Tinga, driblou o goleiro a bateu colocado. Um golaço. Aos 25, Tinga, o melhor em campo, invadiu a área e sofreu pênalti. O argentino Savoia bateu forte no meio do gol e converteu.

Apesar das substituições, a Ponte ainda marcou o sexto gol com Kim, aos 41 minutos. Depois de contra-ataque, ele tabelou e apareceu livre para fechar o placar.

PONTE PRETA 6 X 1 VILHENA-RO

Ponte Preta - Aranha; Edílson (Guilherme), Jean, Gum e Alessandro; Deda, William, Tinga e Juan Marchisio; Leandrinho (Kim) e Márcio Mexerica (Savoia). Técnico: Marco Aurélio.

Vilhena-RO - Rocha; Adelar, Mário (Joel) e Tião; Felipe, Kukau, Magrão, Edílson e Juninho; Souza e Marcelo Soares (Edílson Nunes). Técnico: Ivair Cenci.

Gols - Leandrinho, aos 6, Márcio Mexerica, aos 16, Edílson, aos 32 e aos 46 (contra) minutos do 1.º tempo. Leandrinho, aos 13, e Savoia (pênalti), aos 25. Kim, aos 41 minutos do 2.º tempo.

Cartões amarelos - Adelar, Marcelo Soares, Edílson Nunes, Magrão, Kukau, Jean, Juan Marchisio e Gum.

Cartão vermelho - Juninho (Vilhena).

Árbitro - André Luis Martins Dias Lopes (MG).

Renda - R$ 16.317,00.

Público - 2.337 pagantes.

Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.