Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ponte Preta impõe 3.ª derrota consecutiva ao Noroeste

Em jogo bastante disputado, a Ponte Preta surpreendeu ao vencer o Noroeste por 3 a 2, na noite deste sábado, no Estádio Alfredo de Castilho, em Bauru, pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista. O importante resultado mantém vivas as chances de classificação às semifinais do time de Campinas, oitavo colocado com 23 pontos. Já os donos da casa, que sofreram a terceira derrota consecutiva, continuam no sexto lugar, com 24. Desde o início do jogo, a Ponte apresentou um futebol mais consciente e com melhor toque de bola. Depois de perder grande chance com Gabriel, que carimbou o travessão aos 10 minutos, o time visitante abriu o placar ao 23. Após cruzamento de Pingo pela direita, o atacante Roger matou no peito, passou pela marcação e bateu cruzado no canto esquerdo do goleiro Fabiano. Mesmo com a vantagem, os campineiros continuaram melhor. E aos 30, a Ponte ampliou com o zagueiro Anderson, em cobrança de pênalti cometido por Deda em João Marcos. Com a vitória parcial, os visitantes voltaram recuados demais e viram o Noroeste crescer no jogo, principalmente após a entrada de Márcio Egídio, que melhorou a marcação no meio-de-campo. Depois de perder muitas oportunidades, os donos da casa diminuíram aos 19, com o atacante Vandinho, que bateu cruzado no canto direito do goleiro Denis. O empate veio aos 32, com o zagueiro Fábio, de cabeça, após cobrança de escanteio. Mas, dois minutos depois, Finazzi decretou a vitória alvinegra, após receber passe de Roger. Na próxima quarta-feira, às 20h30, o Noroeste vai até Sertãozinho enfrentar o time da casa, no Estádio Frederico Dalmazo. Enquanto isso, a Ponte Preta jogará contra o Paulista, no mesmo dia, às 19h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, em outro jogo contra concorrente decisivo às quatro vagas para as semifinais.NOROESTE 2 x 3 PONTE PRETANoroeste - Fabiano; Márcio Gabriel, Fábio, Toninho e Neílton (Otacílio Neto); Deda, Hernani, Luciano Bebê (Márcio Egídio) e Bruno Campos; Leandrinho (Bruno Ribeiro) e Vandinho. Técnico: Paulo Comelli.Ponte Preta - Denis; Gabriel (Zacarias), Anderson e Émerson; Pingo, Ricardo Conceição, João Marcos, Héverton (Dionísio) e Fernando (Jhonatan); Finazzi e Roger. Técnico: Nelsinho Baptista. Gols - Roger, aos 23, e Anderson, de pênalti, aos 30 minutos do primeiro tempo; Vandinho, aos 19, e Fábio, aos 32, e Finazzi, aos 34 minutos do segundo tempo. Árbitro - Luiz Flávio de Oliveira. Cartões amarelos - Hernani, Héverton, Émerson, Otacílio Neto, Márcio Egídio, Denis, Dionísio, Pingo e Jhonatan. Renda - R$ 24.420,00. Público - 2.281 pagantes. Local - Estádio Alfredo de Castilho, em Bauru.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.