Marcos Cunha/Agência Free Lancer - Monica Zarattini/Estadão - 2004
Marcos Cunha/Agência Free Lancer - Monica Zarattini/Estadão - 2004

Ponte Preta já está definida para despedida contra o Coritiba

Com vitória, equipe paulista pode quebrar recorde de pontuação obtido no Brasileirão do ano passado

Estadão Conteúdo

08 de dezembro de 2016 | 19h02

Efetivado como técnico da Ponte Preta, Felipe Moreira vai ter a missão de comandar o time na última rodada do Campeonato Brasileiro, domingo, às 17 horas, contra o Coritiba, no estádio Moisés Lucarelli. Ao contrário de Eduardo Baptista, perto de ser anunciado pelo Palmeiras, Moreira não é adepto de mistério e já tem a escalação definida para a despedida da temporada.

"Na verdade nós temos treinado um time nos últimos treinos e que deve começar jogando. O importante é manter a motivação em alta, mesmo porque estes jogadores vão continuar conosco no próximo ano", explicou Moreira.

Mesmo com o técnico só tendo um jogo para dirigir nesta temporada, ele ganhou muita importância. No momento a Ponte tem 50 pontos, ocupa a décima posição, com vaga garantida na Copa Sul-Americana, busca atingir o recorde de pontuação conquistado ano passado, com 51 pontos.

Para tanto, precisa vencer para atingir os 53 pontos. Daí poderá até terminar em oitavo lugar e garantir uma receita de R$ 1,95 milhão oferecido pela CBF. Em caso de derrota, a Ponte pode fechar o ano até em 13.º lugar.

TIME PRONTO

No treino desta manhã, no centro de treinamentos, a formação foi a mesma dos últimos dias, com uma base jovem. Na defesa, Fábio Ferreira vai ocupar a vaga do zagueiro Douglas Grolli, que foi liberado para participar de eventos na cidade de Chapecó. No meio-campo, sem João Vitor, suspenso com três cartões amarelos, Wendel retorna de suspensão e atua ao lado de Matheus Jesus e de Ravanelli, dois jogadores revelados na base.

No ataque, sem Clayson, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, entra o centroavante Zé Roberto, que vai ter sua primeira chance de começar um jogo. Ele foi emprestado pelo Bahia até o final do Campeonato Paulista. Ao seu lado terá Rhayner e William Pottker, que tem 13 gols e briga pela artilharia do Brasileirão.

A Ponte deverá entrar em campo no final de semana com a seguinte formação: Aranha; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Breno Lopes; Matheus Jesus, Wendel e Ravanelli; William Pottker, Zé Roberto e Rhayner. Para incentivar a presença da torcida, a diretoria faz promoção com preços populares: R$ 10 e R$ 5.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.